sexta-feira, 19 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Porque vacinar seu filho contra a Covid-19

De acordo com o Ministério da Saúde, até o final do ano passado, no Brasil, foram registradas mais de 1.449 mortes de meninos e meninas em decorrência da Covid-19 e mais de 2.400 casos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica associada ao SARS-CoV-2, conjunto de sintomas graves que podem levar à morte.

Atualmente, é esse público que corre mais risco, diante de novas variantes altamente transmissíveis, como a Ômicron, por não estarem protegidos. Tudo isso seria evitado se as crianças e os adolescentes tivessem sido vacinados contra a Covid-19.

Como comprovado pela Fiocruz, a vacinação continua sendo a melhor forma de evitar óbitos e sequelas graves decorrentes da Covid-19. Para as crianças e adolescentes, a imunização também continua sendo uma maneira fundamental de proteção e controle da disseminação da doença.

É necessário considerar o impacto da Covid-19 na faixa etária de 5 a 17 anos. Com isso, a Prefeitura de Vila Velha, por meio da Secretaria de Saúde, está traçando estratégias para alcançar a totalidade de crianças e adolescentes, indo até as escolas, ofertando a vacinação por agendamento e por livre demanda.

Além disso, há outros fatores que são importantes para serem considerados na imunização das crianças e dos adolescentes.

Devo vacinar o meu filho?

É necessário considerar que foi através dos programas de vacinação que foram erradicadas inúmeras doenças, como a poliomielite. As vacinas existem para proteger e reduzir a mortalidade infantil. Por que com a vacinação contra a Covid-19 seria diferente?

Deve-se vacinar as crianças e os adolescentes para protegê-los do coronavírus, um agente infeccioso que tirou a vida de milhares de pessoas desde o início da pandemia.

Qual a importância da vacinação de crianças e adolescentes?

1. Reduz a transmissão de Covid-19;
2. Previne casos graves e mortes;
3. Ajuda na imunização indireta, uma vez que ao se vacinar protegem toda a população, impedindo a disseminação da doença.

A vacinação em crianças e adolescentes é segura?

A Associação Médica Brasileira (AMB) confirma que a autorização da imunização na infância segue o mesmo rigor e normas de eficácia e segurança das demais faixas etárias. Atende de forma plena aos critérios exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, para vacinação de todos os públicos.

A Covid-19 traz complicações para o meu filho?

A onda de desinformação e de notícias falsas sobre o impacto dos imunizantes nas pessoas mais novas, como crianças e adolescentes, é uma das principais causas da baixa adesão à vacina, sendo uma decisão que afeta não só esse público, como também as pessoas que convivem com ele.

Por não estarem vacinadas, as crianças acabam contribuindo para a disseminação dos vírus e o surgimento de novas variantes, que podem afetar até quem já está vacinado.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunização, as complicações da doença em crianças e adolescentes são menores quando comparada aos adultos.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas