quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Ministro do Reino Unido diz que Rússia faz ‘bravata’ sobre 3ª Guerra

Nesta segunda-feira, 25, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, afirmou que tanto a possibilidade de um novo conflito em escala global quanto a de uma guerra nuclear não deve ser subestimada. Em entrevista à televisão russa, o chanceler declarou que “o perigo (de uma guerra mundial) é grave, é real, não pode ser subestimado”.

O novo recrudescimento na retórica russa ao Ocidente ocorre após a visita do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e do secretário de Defesa, Lloyd Austin, a Kiev no domingo, 24. Após uma reunião de cerca de três horas com o presidente ucraniano, Volodmir Zelensky, Austin disse a jornalistas que a Ucrânia poderia vencer a guerra com “o equipamento certo” e “o apoio adequado”. Durante a viagem, as autoridades americanas anunciaram um pacote de ajuda militar adicional a Kiev estimado em US$ 700 milhões (R$ 3,4 bilhões).

Na manhã desta terça-feira, 26, o ministro das Forças Armadas do Reino Unido, James Heappey, classificou as declarações de Lavrov como “bravata” e que a chance da Rússia usar armas nucleares de forma tática na Ucrânia é mínima.

“A marca registrada de Lavrov ao longo de 15 anos ou mais em que ele é secretário de Relações Exteriores da Rússia tem sido esse tipo de bravata. Não acho que agora haja uma ameaça iminente de escalada”, disse o ministro em entrevista a BBC.

Heappey também negou alegações do chanceler russo sobre a Otan estar fazendo lutando uma “guerra por procuração” na Ucrânia, e justificou as ajudas militares a Kiev como parte de um esforço bilateral de nações doadoras – e não uma iniciativa do bloco militar. (Com agências internacionais).

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas