Itália confirma 28 mortes por covid-19; Chile tem 6.263 novos casos da doença - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Itália confirma 28 mortes por covid-19; Chile tem 6.263 novos casos da doença
Publicado por Estadão Conteúdo

A Itália confirmou 1.197 novos casos e 28 mortes pela covid-19 neste sábado, 19. Na comparação com o dia anterior, houve 50 infecções a mais e sete óbitos a menos. Segundo o Ministério da Saúde, o país já completou a vacinação de 28,18% da população com mais de 12 anos.

O ministro da Saúde, Roberto Speranza, pediu ao comitê científico que assessora o governo italiano para estudar a possibilidade de dispensar o uso obrigatório de máscaras em ambientes ao ar livre. A partir da próxima segunda-feira (21), todas as regiões da Itália, à exceção do Vale de Aosta, no noroeste, estarão livres das restrições da pandemia, permanecendo apenas o uso de máscara.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, a Itália totaliza 4.252.095 casos confirmados e 127.253 mortes pela covid-19.

Chile

No Chile, o número de novos casos ficou acima de seis mil (6.263) pelo terceiro dia consecutivo, com mais 133 mortes confirmadas. De acordo com o Ministério da Saúde local, porém, 13 das 16 regiões reduziram o ritmo de contágios.

A taxa de ocupação das UTIs no país se mantém na casa dos 96%, com apenas 191 unidades disponíveis, de um total de 4.513. A região metropolitana chilena, onde vivem cerca de oito milhões de pessoas, está em lockdown desde o último sábado (12). Em números atualizados pela Johns Hopkins, o país soma 1.511.275 de casos confirmados e 31.392 óbitos pelo novo coronavírus.

México

Já no México, as autoridades de educação anunciaram que as aulas presenciais de escolas públicas e privadas na capital, Cidade do México, serão suspensas, poucos dias após o retorno, iniciado em 7 de junho. A decisão já começa a valer na segunda-feira.

Duas semanas atrás, a capital havia chegado ao ponto mais baixo de risco da pandemia, em uma escala de quatro níveis definida pelo governo, com flexibilização de restrições em escolas, hotéis, lojas e restaurantes. O Ministério da Saúde, porém, elevou o risco da região para um degrau acima, nesta sexta-feira (18). Segundo a Johns Hopkins, já houve 2.471.741 casos confirmados e 230.959 mortes pelo novo coronavírus no México. (Com agências internacionais).
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.