Operação 'Puro Sangue' investiga fraudes contratuais em Pedro Canário - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Operação 'Puro Sangue' investiga fraudes contratuais em Pedro Canário
Estão sendo cumpridos 13 mandados de buscas e apreensões em mais 6 municípios
Publicado por Redação VitóriaNews
Divulgação MPES

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte) e da Promotoria de Justiça de Pedro Canário, com participação e apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, deflagrou hoje (24/11) a sexta fase da Operação “Varredura”, denominada  Operação “Puro Sangue”, que investiga fraudes em contratos no setor de coleta e tratamento de lixo no município de Pedro Canário.

Estão sendo cumpridos treze mandados de buscas e apreensões, distribuídos pelos municípios de Linhares, Sooretama, São Gabriel da Palha, São Mateus, Jaguaré e Nova Venécia, com a finalidade apreender documentos, computadores, mídias e outros equipamentos visando apurar a prática, em tese, de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, formação de quadrilha, fraude à licitação, tráfico de influência, dentre outros.

O nome da Operação, “Puro Sangue”, refere-se ao fato de o grupo criminoso participar da licitação somente com empresas “parceiras”.

As investigações estão sendo conduzidas por quatro promotores de Justiça, com participação e apoio de vinte policiais do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, além de outros servidores.

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas