Fiscalização orienta feirantes sobre espaçamento de barracas - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Fiscalização orienta feirantes sobre espaçamento de barracas
Publicado por Redação VitóriaNews
Foto: Felix Falcâo/PMVV
Feirantes são orientados a manter mais espaço entre as barracas para prevenir a Covid-19. Pela terceira vez, as equipes da Comissão Interna de Fiscalização Integrada (Coifin) vou às ruas, desta vez em uma ação que ocorreu na manhã deste domingo (31), na feira de Aribiri.

Durante a ação de fiscalização até o proprietário da loja de conveniência de um posto de gasolina, localizado na Avenida Carlos Lindenbergh, foi notificado por causar aglomeração no estabelecimento.

Na feira, os fiscais, com o apoio da Guarda Municipal, orientavam a cada feirante para que diminuíssem o número de tabuleiros durante a montagem das barracas. Segundo a fiscalização, a medida visa garantir mais espaços livres para a circulação sem aglomeração de pessoas. Além disso, os feirantes também foram orientados sobre as condições de higiene e o uso de máscaras.

“Além de organizarmos melhor os espaços públicos, ainda garantimos as condições necessárias para evitarmos ainda mais a disseminação da Covid-19”, avalia o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, cel. Oberacy Emmerich Júnior. “Nós estamos aqui também para garantirmos o trabalho dos feirantes cadastrados pela prefeitura”, enfatizou o coordenador de Posturas da Secretaria de Serviços Urbanos, Raílton Nunes.

A maioria dos feirantes acatou as orientações: “É um dever deles fazer essas fiscalizações. Com isso a feira fica mais organizada”, opinou Ivana Friedriech, proprietária de uma barraca de legumes e morangos.

“Eu só acho que essas ações devem acontecer mais vezes e as pessoas devem colaborar para continuarmos trabalhando”, completou Helmar kloss, que comercializa verduras.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas