Justiça determina que Vale deposite R$ 8 milhões por mês para pagamento de assessorias - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Justiça determina que Vale deposite R$ 8 milhões por mês para pagamento de assessorias
Publicado por Estadão Conteúdo
Foto: ABR

A Justiça determinou que a Vale deposite R$ 8 milhões por mês para o pagamento das assessorias técnicas independentes aos atingidos pelo rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, informou o Ministério Público de Minas Gerais. Com a transferência dos valores, as assessorias estão autorizadas a iniciar os trabalhos.

A primeira transferência corresponderá aos primeiros seis meses, somando R$ 48 milhões. Segundo o Ministério Público de Minas Gerais todas as ações serão auditadas.

A decisão foi tomada na quinta-feira, 5, na audiência de conciliação dos processos que apuram os danos coletivos causados pelo desastre.

Os valores serão divididos entre as três assessorias técnicas responsáveis pelos trabalhos nas cinco regiões afetadas. Os planos de trabalhos deverão ser aprovados pelo MP e pela Defensoria Pública.

As assessorias têm por objetivo garantir às pessoas atingidas o direito à informação, inclusive técnica, em linguagem adequada às características socioculturais e locais.

Os estudos conduzidos devem também possibilitar a participação informada dos atingidos nos processos de reparação integral dos danos decorrentes do rompimento.
 
 
What do you want to do ?
New mail
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}
Notícias Relacionadas