Cumprindo parte do cessar-fogo, forças curdas deixam área na fronteira da Síria - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Cumprindo parte do cessar-fogo, forças curdas deixam área na fronteira da Síria
Publicado por Estadão Conteúdo

Lideradas por curdos, as Forças Democráticas Sírias (SDF, na sigla em inglês) disseram que os seus combatentes se retiraram de uma cidade fronteiriça crucial no nordeste da Síria, cumprindo uma parte do acordo de cessar-fogo acertado entre os Estados Unidos e a Turquia, ao passo que um grande comboio de tropas americanas também se preparava para deixar o país e o seu prolongado conflito.

Ancara concordou com Washington na última quinta-feira sobre uma trégua de cinco dias, durante a qual se espera que os curdos sírios deixem uma área que a Turquia definiu como uma zona segura ao longo da fronteira entre os dois países. Ambos os lados acusaram um ao outro de violar o cessar-fogo, com a cidade de Ras al-Ain no centro da disputa.

Críticas alegam que o acordo foi uma concessão no atacado a Ancara, dando aos turcos controle sobre uma área na Síria que eles cobiçaram por anos e liberando-os de sanções dos EUA em troca de uma pausa na ofensiva para a qual eles não tinham qualquer apoio internacional. Enquanto o presidente Donald Trump celebrou o pacto como uma vitória diplomática, os curdos aliados de Washington o compararam a uma rendição da sua parte.

"Hoje, evacuamos a cidade de Ras al-Ain de todos os combatentes da SDF. Não temos mais nenhum combatente na cidade", disse hoje o porta-voz das SDF Kino Gabriel.

A retirada dos EUA deixou um vácuo para o governo sírio e os seus apoiadores russos e iranianos preencherem.

À medida que forças americanas vagaram posições em várias áreas, incluindo Manbij, Raqqa, Tabqa e Kobane, forças do regime sírio as adentraram ao lado de combatentes curdos que até recentemente lutavam ao lado de tropas americanas, dizem ativistas locais.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}