Delegacia instaura inquérito para investigar crime ambiental em Cabo Frio - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Delegacia instaura inquérito para investigar crime ambiental em Cabo Frio
Publicado por Editoria O GLOBO/VITORIANEWS
Área de mais de mil quilômetros foi desmatada em Cabo Frio - Imagem: Divulgação

RIO - A delegacia de Cabo Frio, na Região dos Lagos, instaurou inquérito, na noite desta quarta-feira, para identificar os responsáveis pelo desmatamento de uma área de mais de mil metros quadrados na RJ-102 (Estrada do Guriri), em Cabo Frio. A área, onde havia vegetação nativa de restinga, está na Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil. A RJ-102 liga Cabo Frio a Búzios ao longo das Dunas do Peró.

A área desmatada fica na entrada do bairro Bosque do Peró e ao lado de lojas de material de construção. A mata foi queimada e depois cortaram todas as árvores. O local foi cercado e caminhões estão sendo usados para deixar por lá tijolos e material de construção. Uma das áreas tem uma placa de venda, com o nome da Sérgio Rubin imóveis.

-- Uma guarnição da polícia ambiental foi ao local, mas não encontrou ninguém. Não conseguiu identificar o autor da atividade, mas registrou o fato na delegacia para ser aberto um inquérito policial que chegará ao responsável. Ele será processado por crime ambiental - disse o coordenador de Combate a Crimes Ambientais do Rio de Janeiro, José Maurício Padrone.

A área desmatada fica próxima a uma lagoa e numa área de grande valorização imobiliária, porque ali será construída mais uma unidade do Club Med. Os desmatamentos na Região dos Lagos aumentaram depois que foram fechados os postos do Batalhão Florestal da PM (que foi desativado) em Praia Seca (Araruama|) e Barra de São João (Casimiro de Abreu). O policiamento ambiental mais próximo fica em Niterói, a 150 quilômetros de distância.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.