quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Confrontos no Egito deixam um morto e 35 feridos

CAIRO – Pelo menos uma pessoa morreu na sexta-feira e outras 35 ficaram feridas nos enfrentamentos entre as forças de segurança e os grupos islamistas que se manifestavam em favor do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi. Segundo o porta-voz do Ministério da Saúde, Ahmed Kamel, os incidentes aconteceram no Cairo – a capital egípcia -, entre as 9h e 23h locais e na província de Al Garbiya, no noroeste do país.

“No total, 21 dos feridos já tiveram alta, enquanto outros 14 permanecem em observação nos hospitais”, afirmou o porta-voz em nota.

Neste sábado, o presidente egípcio deposto Mohammed Mursi chegou ao tribunal no Egito para a retomada de um dos quatro processos contra ele, que, junto com 14 outros membros da Irmandade Muçulmana, é acusado de incitar o assassinato de manifestantes perto do palácio presidencial, em 2012. Em uma audiência há quatro dias, um Mursi desafiador afirmou que ainda era o presidente legítimo.

Mais cedo, o primeiro-ministro Hazem el- Beblawi disse que uma remodelação de seu Gabinete irá incluir o Ministério da Defesa, em um sinal claro de que o marechal Abdel Fattah al-Sisi pretende concorrer à Presidência. Espera-se que Sisi, agora ministro da Defesa no governo interino do Egito, anuncie sua candidatura nos próximos dias. Para concorrer, ele deve deixar o cargo.

A remodelação não será anunciada antes de uma visita do Beblawi à Arábia Saudita, um importante financiador do governo interino do Egito, na terça-feira e quarta-feira, de acordo com o jornal local Al-Masry Al-Youm

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas