terça-feira, 28 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Obama exigirá permissão judicial para que agências de espionagem acessem dados, diz fonte

WASHINGTON – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai anunciar nesta sexta-feira uma reforma no polêmico programa da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) que monitora dados telefônicos de americanos e cidadãos em todo o mundo. De acordo com a imprensa internacional, citando fontes do governo, Obama exigirá que as agências de inteligência obtenham permissão de um tribunal secreto antes de ter acesso a essas informações.

O presidente vai determinar, com efeito imediato, que “nós tomaremos medidas para modificar o programa para que uma decisão judicial seja necessária antes de consultar o banco de dados”, disse a fonte, que revelou detalhes do discurso sob condição de anonimato.

No pronunciamento às 14h (horário de Brasília) no Departamento de Justiça, Obama vai dizer que está ordenando uma transição que vai mudar de forma significativa o uso pela NSA do que ficou conhecido como programa de “metadados” de telefonemas. A medida de Obama tem como objetivo restaurar a confiança nas práticas de inteligência dos Estados Unidos, e será anunciada após meses de revisão do programa pela Casa Branca, depois das revelações feitas pelo ex-prestador de serviço da NSA Edward Snowden.

O presidente planeja limitar a rede de vigilância do governo dentro do país e no exterior, demarcando um meio termo entre as propostas de amplo alcance de seus próprios consultores e as preocupações das agências de inteligência. Em um aceno aos defensores da privacidade, Obama vai dizer que decidiu que o governo não deve mais manter o enorme volume de metadados de telefonemas, uma decisão que pode frustrar alguns oficiais de inteligência.

A previsão, no entanto, é que o presidente deixará vigente a estrutura dos programas controversos. E que, em seu discurso, poderia deixar muitas perguntas sobre as mudanças sem respostas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas