quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

No evento de Felipe Massa, a festa é de Liuzzi

PENHA, SC. O brasileiro Felipe Massa organizou o evento, marcou data e local, enviou convites, cuidou de tudo. Mas quem comemorou a vitória foi um convidado, o italiano Vitantonio Liuzzi, que ganhou neste domingo o Desafio Internacional de Kart, na pista do Beto Carrero World, em Penha, Santa Catarina. Liuzzi completou as 29 voltas no tempo de 26min23s055, deixando em segundo outro estrangeiro, o suíço Sébastien Buemi, a 6s021, e em terceiro, o anfitrião Felipe Massa, a 10s601 do vencedor.

Italiano, Liuzzi ficou emocionado ao ter recebido um troféu em homenagem a Ayrton Senna, brasileiro tricampeão mundial de F-1, morto em acidente na pista de Ímola, no GP de San Marino, em 1994. De autoria de Augusto Iguti, a peça é banhada a ouro.

– É um orgulho fazer parte dessa parceria com o Felipe (Massa) e começar o ano com essa lembrança ao Ayrton num evento tão importante. Já faz muito tempo que o Ayrton não está mais conosco e mesmo assim sua imagem continua muito forte entre nós, que vivemos do automobilismo, e seus fãs, inclusive dos pais que ensinam os filhos pequenos a gostar da corrida. O legado dele é o trabalho social desenvolvido pelo Instituto (Ayrton Senna) – comentou Liuzzi, campeão mundial de kart em 2000 e que na F-1 passou por RBR, STR, Force India e HRT – Sempre larguei entre os cinco primeiros, mas por um motivo ou outro, quebra ou um erro, não conseguia vencer. Desta vez, meu kart estava bom desde os treinos livres. Na largada, procurei ganhar logo um pouco de distância para escapar da confusão atrás. Acho que essa foi a chave da vitória.

Até pelo fato de serem os dois únicos estrangeiros na versã 2014 da corrida, Liuzzi e Buemi ficaram juntos a maior parte do tempo no hotel, no deslocamento para o kartódromo e na área exclusiva dos pilotos. Ex-piloto da STR na F-1 e atualmente defendendo a Toyota na classe de protótipos P1 do Mundial de enurance (provas de longa duração), Buemi fez uma prova de recuperação, já que havia largado em 13o lugar:

– Cometi um erro no treino classificatório, por isso saí tão atrás.

O resultado da prova: 1. Vitantonio Liuzzi, 29 voltas em 26m23s055;2. Sébastien Buemi, a 6s021; 3. Felipe Massa, a 10s601; 4. Júlio Campos, a 11s484; 5. Antonio Pizzonia, a 11s584; 6. Daniel Serra, a 11s829; 7. Nelsinho Piquet, a 13s733; 8. Felipe Nasr, a 19s970; 9. Valdeno Brito, a 30s533; 10. Pietro Fittipaldi, a 31s465; 11. Beto Monteiro, a 51s548; 12. Luciano Burti, a 32s081; 13. João Paulo Oliveira, a 32s237; 14. Luiz Razia, a 32s366; 15. Bruno Senna, a 32s541; 16. Popó Bueno, a 37s213; 17. Ricardo Zonta, a 38s601; 18. Felipe Giaffone, a uma volta; 19. Rubens Barrichello, a três voltas; 20 – Lucas di Grassi, a oito voltas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas