quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Maduro culpa novelas por violência na Venezuela e promete rever programação

CARACAS – O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, usou a cerimônia de entrega de seu relatório anual à Assembleia Nacional, na noite de quinta-feira, para anunciar a primeira grande ação política contra a violência no país, uma semana depois do assassinato da ex- miss Mónica Spear. E surpreendeu ao colocar as novelas venezuelanas no centro da luta repressiva do chavismo. Seu pecado, segundo Maduro , está na “incitação à violência e ódio na sociedade”.

– Eu dei ordens ao ministro da Comunicação e à Conatel (órgão que regula as telecomunicações) para revisar toda a programação nacional e de canais a cabo. Não deixaremos que tomem o centro de nossas casas – disse o presidente.

Ele citou “De todas maneras Rosa” , uma das novelas da programação atual, para defender seu argumento.

– A protagonista matou mais de nove pessoas até que a mãe a matou. E é a heroína – disse o presidente do país onde uma pessoa é morta a cada 20 minutos. – Quantos milhões veem isso? Crianças, pessoas com problemas, todos assistem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas