sábado, 2 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Jornal italiano divulga que Brasil será um dos quatro convidados para Mundial de Basquete

RIO. O jornal esportivo italiano “Corriere Dello Sport” divulgou que o Brasil será um dos países convidados para a Copa do Mundo Masculina de Basquete, que será disputada entre 30 de agosto a 14 de setembro, na Espanha. De acordo com o diário, a Federação Internacional de Basquete (Fiba) vai convidar as seleções brasileira, da China e da Grécia.

Os nomes das quatro seleções serão anunciados no próximo dia 1 de fevereiro. Eliminado da Copa América do ano passado, que valia como Pré-Mundial, o Brasil depende de um convite para ir ao Mundial. Os outros 14 países que lutam pelas vagas são: Alemanha, Bósnia, Canadá, China, Finlândia, Grécia, Israel, Itália, Nigéria, Polônia, Qatar, Rússia, Turquia e Venezuela.

Inicialmente, a Fiba convidaria quatro seleções, mas deverá abrir mais uma vaga por conta de uma punição a Senegal, que não disputaria mais a competição em setembro. Ainda segundo o jornal italiano, lutam por estas duas vagas Itália, Turquia e Rússia.

O presidente da CBB, Carlos Nunes, não foi localizado para confirmar a informação. Mas ele havia dito ao GLOBO nesta quarta-feira que o Brasil vem trabalhando nos bastidores para obter a vaga, além de ter cumprido a formalidade de responder a um questionário proposto pela Fiba.

– Estamos trabalhando para isso, expondo quais vantagens a Fiba e a Espanha teriam com a presença, na Copa, do Brasil, um país que nunca deixou de disputar um Mundial (assim como os Estados Unidos), foi bi mundial em 1959 e 1963, e vai organizar a próxima edição das Olimpíadas. Além disso, estamos propondo à Fiba de trazermos para o nosso país a próxima edição do Mundial Masculino Sub19 – afirmou Nunes. – Conversamos com a própria diretoria da Federação Espanhola, e obtivemos a simpatia do presidente da federação de lá, José Luís Sáez, que nos apoia nesta petição. Ele acha importante o Brasil no Mundial.

Para Nunes, o bom relacionamento com a própria Fiba pode pesar favoravelmente no convite ao país.

– O secretário-geral da Fiba, Patrick Baumann, já esteve aqui, conhece todas as condições. Nós encaminhamos toda a documentação para a Fiba em tempo hábil. Além disso, a menina dos olhos da Fiba hoje tem sido o basquete 3×3 (basquete de trincas), e estamos em primeiro lugar no que diz respeito à organização de torneios de 3×3 e no número de atletas – argumentou.

A Fiba exige que as seleções estejam completas, o que pode ser uma dificuldade para o Brasil. Por diferentes razões, atletas da NBA – como Nenê, Anderson Varejão, Leandrinho e Tiago Splitter – não estiveram presentes na Copa América em que o Brasil fracassou. Indagado se isso pode se repetir no Mundial, Nunes acredita que não haverá problemas.

– Só não tivemos os atletas da NBA na Venezuela – disse, parecendo se esquecer de que nas últimas convocações, exceto nas Olimpíadas, pelo menos um sempre pediu dispensa. – Tenho a certeza das presenças de todos os nossos jogadores de NBA, se tiverem condições físicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas