quinta-feira, 7 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Israel anuncia nova ampliação de assentamentos em área palestina

TEL AVIV – O governo de Israel anunciou nesta sexta-feira a licitação de 1.400 casas na área palestina ocupada. O plano é construir 800 novas casas na Cisjordânia e 600 em Jerusalém Oriental.

O anúncio aparentemente foi adiado para depois de uma visita do secretário de Estado americano, John Kerry, que estava na região na semana passada para tentar reanimar o processo de paz e chegar a um acordo entre israelenses e palestinos. Kerry tem um retorno previsto na próxima semana.

Diferentemente de ocasiões anteriores, o governo israelense não se comprometeu nesta rodada de negociações a congelar a expansão dos assentamentos em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia. Concordou em libertar, em parte, 104 prisioneiros palestinos, julgados e condenados por ataques cometidos antes da assinatura dos acordos de paz de Oslo, em 1993.

Netanyahu tem enfrentado forte pressão interna de sua coalizão e do eleitorado de seu partido, o conservador Likud, pela decisão de libertar os prisioneiros. Após a libertação, eles foram saudados como heróis pelo povo e por líderes palestinos, irritando a ala conservadora israelense.

A decisão de adiar o anúncio da expansão dos assentamentos reflete o desejo de Israel de não provocar os Estados Unidos. Em 2010, o governo de Netanyahu anunciou uma expansão de 1.500 casas durante uma visita oficial do vice-presidente dos EUA, Joe Biden, algo que irritou Washington.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas