Irã começa a implantar acordo nuclear fechado com potências mundiais - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Geral
Irã começa a implantar acordo nuclear fechado com potências mundiais
Publicado por Editoria O GLOBO

VIENA - O Irã suspendeu sua mais sensível atividade nuclear, em linha com um acordo fechado com as potências mundiais, apontou um relatório confidencial da agência atômica da Organização das Nações Unidas (ONU), o que abre caminho para o Ocidente amenizar algumas das sanções impostas à República Islâmica. Nesta segunda-feira, entra em vigor o acordo alcançado há dois em Genebra entre Estados Unidos, cinco outras nações e o governo iraniano para pôr fim a mais de uma década de impasse em torno do programa nuclear iraniano.

O relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) afirmou também que o Irã começou a diluir seu estoque de urânio enriquecido para a concentração físsil de 20% - nível que deixava o país próximo da capacidade de produzir combustível para uma bomba atômica.

O chefe da Agência de Energia Atômica do Irã, Ali Akbar Salehi, anunciou na TV estatal que inspetores da AIEA estão desligando as centrífugas de enriquecimento de urânio iraniano da planta nuclear de Natanz.

Desde o último sábado, um grupo de inspetores verifica se Teerã está cumprindo sua parte do compromisso. Isto é, se implementou as medidas necessárias para cessar o enriquecimento de urânio acima de 5% e começou a diluir o que está armazenado a 20%).

Ao cumprir o acordo, a República Islâmica poderá ter acesso durante os próximos seis meses a 4,2 bilhões de dólares que estão bloqueados em diferentes lugares do mundo, para adquirir bens e serviços, especialmente peças para suas aeronaves.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.