sábado, 2 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Haddad proíbe pancadões e som alto nas ruas de SP

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), proibiu pancadões e som alto dos carros nas ruas da cidade. As novas regras para emissão de ruídos por aparelhos de som e veículos em vias públicas foram publicadas no último dia de 2013.

A partir desta quarta-feira, quem for flagrado abusando do som alto nas ruas poderá pagar multa de R$ 1 mil. O valor pode chegar a R$ 4 mil em casos de reincidência e o infrator ainda poderá ter o carro apreendido caso se recuse a abaixar o volume.

Os pancadões – bailes funks que acontecem na rua – são bastante frequentes na periferia da cidade e festas com som alto de carros acontecem mais em torno de universidades. Mais de 400 locais já foram mapeados pela polícia.

Antes, a fiscalização contra barulho somente podia atuar em estabelecimentos fechados. A mesma equipe que já faz a fiscalização em caso de casas noturnas e bares ficará encarregada de checar denúncias de pancadões e som alto nas ruas. Eles serão acompanhados por agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e pela Polícia Militar.

O problema é que o número de fiscais é insuficiente para atender a todos esses pontos problemáticos. Hoje a prefeitura conta com 30 agentes vistores na divisão técnica de fiscalização do silêncio urbano (Psiu). Há a expectativa de que o trabalho seja reforçado com a descentralização para as subprefeituras da capital. Mas isso ainda está em estudo. Outra ideia em análise é a possibilidade de policiais militares fazerem vistorias sozinhos, sem a necessidade de acompanhamento de fiscais do município.

A lei é de autoria da Câmara dos Vereadores e foi sancionada em maio por Haddad. A regulamentação deveria ter sido publicada em julho, mas foi concluída somente em dezembro.

Haddad defende a realização de bailes funks, mas diz que eles devem respeitar os demais cidadãos, sendo realizados em locais fechados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas