quinta-feira, 7 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Família de Schumacher diz que homenagem a levou ‘às lágrimas’

RIO – As homenagens de torcedores da Ferrari na porta do Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, na França, no dia do seu aniversário de 45 anos e as frequentes especulações sobre possíveis sequelas no ex-piloto Michael Schumacher, levaram a família e a porta-voz e assessora do heptacampeão, Sabine Kehm, a voltarem a se manifestar.

De um lado, a família Schumacher agradeceu todas as homenagens feitas na véspera por cerca de 300 torcedores que foram até o hospital com faixas, bandeiras e cartazes desejando que o alemão se recupere. Uma homenagem que levou a família “às lágrimas”.

“Estamos impressionados! O incrível carinho mostrado pelos torcedores da Ferrari do lado de fora do hospital nos dominou por completo e nos levou às lágrimas. Estamos profundamente gratos por isso e por todo o calor humano, pelos desejos sineros para que Michael fique bem logo”, disse a família Schumacher, em comunicado.

Do outro, Sabine divulgou nota oficial informando que as informações sobre o estado de saúde do alemão que não vierem dos médicos ou da família devem ser consideradas “inválidas” e “pura especulação”.

Nesta sexta-feira, o ex-piloto Philippe Streiff foi visitar o heptacampeão em Grenoble. Ao deixar o hospital, ele disse ter ouvido do médico Gérrard Salliant que o alemão não corre mais risco de morte, mas pode ficar totalmente paralisado e ter a fala afetada.

Na nota, Sabine diz que o estado de saúde do alemão permanece crítico, mas estável. Schumacher permanece em coma induzido após passar por duas cirurgias na cabeça. O ex-piloto teve traumatismo craniano e hemorragia cerebral ao sofrer um acidente no domingo, quando esquiava na estação de Méribel, nos Alpes franceses.

“A condição de Michael ainda é crítica, mas estável. Gostaríamos de esclarecer que qualquer informação sobre a saúde de Michael que não venha dos médicos que estão cuidando dele ou de seus assessores devem ser tratadas como inválidas e como pura especulação”, disse.

A porta-voz do alemão diz ainda que “nenhuma nova coletiva de imprensa está prevista antes da próxima segunda-feira” e confirma que “a câmera do capacete de Michael foi voluntariamente entregue às autoridades que investigam o acidente pela família”.

Médico diz que cérebro foi afetado em 2009

Também neste sábado, o médico Johannes Peil, revelou que Schumacher já tivera o cérebro afetado em 2009, quando sofreu um acidente de moto em Cartagena, na Espanha.

– A artéria esquerda se rompeu. E só há duas artérias que se encarregam da irrigação do cerebelo – disse Peil, diretor da clínica de Bad Nauheim, em entrevista ao jornal alemão “Bild”.

Peil foi quem atendeu Schumacher quando o piloto caiu de moto em 2009. Ele visitou o alemão em Grenoble e disse na mesma entrevista que as sequelas da lesão de 2009 não afetam as possibilidades de recuperação do alemão após o acidente de domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas