quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Em dia de ata do Copom, dólar abre em alta e vale R$ 2,37

SÃO PAULO – Em dia de ata do Comitê de Política Monetária (Copom) e divulgação do IPCA-15 de janeiro, o dólar comercial abriu a sessão em alta e às 9h42m se valorizava 0,12%, negociado a R$ 2,374 na compra e R$ 2,376 na venda. Na máxima do dia, a divisa americana foi cotada a R$ 2,382 (alta de 0,42%) e na mínima a R$ 2,374 (alta de 0,04%). Moedas de países exportadores de commodities também recuam frente ao dólar nesta quinta, com um dado mais fraco de atividade industrial na China. O dado chinês também faz recuar o preço das commodities e, na Ásia, as Bolsas encerraram em queda.

– No mercado doméstico, a tendência natural é de valorização do dólar, em linha com o comportamento da moeda no exterior ante as divisas correlacionadas às commodities. Mas as atuações do Banco Central podem limitar uma depreciação mais significativa do real – diz João Paulo de Gracia Correa, da corretora Correparti.

O Banco Central faz mais dois leilões de contratos de swap cambial. No primeiro, oferece 4 mil contratos novos, totalizando US$ 200 milhões. No segundo, serão rolados 25 mil contratos que vencem em 3 de fevereiro, totalizando US$ 1,2 bilhão.

Hoje o Banco Central também divulgou a ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), realizada na semana passada, em que a Selic (taxa básica de juros) foi elevada em 0,5 ponto porcentual, a 10,50% ao ano. No documento, o Comitê afirmou que a “política monetária deve permanecer especialmente vigilante”. Segundo o BC, a inflação ainda mostra resistência “ligeiramente acima da que se antecipava”, o que sinaliza novas altas da taxa de juro.

Com China, Ibovespa recua

O Ibovespa, principal índice do mercado de ações brasileiro, abriu em queda e às 10h12m se desvalorizava 0,56% aos 49.024 pontos. Segundo analistas, a Bolsa brasileira também é influenciada pelos dados da indústria da China, divulgados na noite de ontem. Os dados da economia chinesa têm dado o tom do mercado nos últimos dias.

O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial chinesa caiu para 49,6 pontos em janeiro – menor nível em seis meses -, de 50,5 pontos em dezembro, segundo dados preliminares divulgados pelo instituto de pesquisas Markit Economics em parceria com o banco HSBC. Números acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores abaixo desse nível apontam contração.

Juro futuro tem queda com alívio no IPCA-15

Também o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) desacelerou para 0,67% em janeiro, ante taxa de 0,75% registrada em dezembro. As taxas de juros dos contratos de Depósitos Interfinanceiros (DIs) estão em queda, refletindo o dado do IPCA-15. As taxas subiram bastante após o Copom ter elevado a taxa de juro Selic na semana passada. A taxa do contrato de janeiro de 2015 recuava de 11,05% para 10,98% e o papel com vencimento em ajenrio de 2017 recuava de 12,47% para 12,39%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas