quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Armas químicas começam a ser removidas da Síria

DAMASCO – A Organização para Proibição de Armas Químicas (Opaq) informou nesta terça-feira que as armas químicas da Síria começaram a ser removidas. O órgão, vinculado às Nações Unidas, é responsável por coordenar a destruição do arsenal químico do regime de Bashar al-Assad.

Segundo um diplomata da ONU, o primeiro lote de agentes químicos sírios foi carregado em um navio dinamarquês, no porto sírio de Latakia, e levado para fora do país.

A primeira remoção estava prevista para 31 de dezembro, mas sofreu um atraso devido ao mau tempo e aos combates intensos, que impediram a entrega de estoques aos locais onde as toxinas são preparadas para serem levadas ao porto.

A Rússia, que tem dado um apoio crucial a Assad durante os quase três anos da guerra civil síria, transportou por avião 75 veículos armados e caminhões para o país para levar os artefatos químicos para Latakia.

O governo sírio aceitou entregar suas armas químicas até junho, nos termos de um acordo proposto pela Rússia Estados Unidos, depois de um ataque com gás sarin em 21 de agosto atribuído pelas nações ocidentais ao governo de Assad.

Damasco concordou em transportar os artefatos químicos “mais críticos”, incluindo cerca de 20 toneladas de agente mostarda, para serem destruídos com segurança no exterior e longe da zona de guerra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas