Foliões pagam para usar banheiro e até para fazer xixi no chão durante bloco em Recife

RECIFE, PE (FOLHAPRESS) – “Entra ano e sai ano, mas o problema dos banheiros no Galo continua.” A reclamação é de Tarciana Alves e Ana Beatriz, primas que todo Carnaval brincam o Galo da Madrugada juntas. Elas estavam na fila de um dos muitos banheiros pagos localizados ao longo do percurso do bloco, no Recife.

A placa acima da entrada do pequeno espaço indicava R$ 2 para uso do banheiro e R$ 5 para quem quisesse usar o chuveiro. Mas os preços variam de acordo com o local e estrutura, ficando em média de R$ 2 a R$ 4.

Confira tudo sobre o Carnaval pelo país Aberto desde às 5h, o espaço localizado atrás da praça Sérgio Loreto, onde fica a sede do Galo da Madrugada, só vai fechar no fim da tarde. “É uma forma de movimentar o rendimento todo ano. Esse ano achei o Galo mais cheio, não para de passar gente atrás dos trios e de vir para cá usar o banheiro e o chuveiro”, relata a comerciante Ana.

“Tem muito pouco banheiro químico. Eu mesma só vi ali perto do metrô. O jeito é pagar para poder ir no banheiro porque não queremos usar a rua. Está tudo lindo no Galo, mas realmente estrutura sanitária deixa muito a desejar”, finaliza Tarciana.

Mesmo quem não tem banheiro na região do Carnaval lucrou com o problema. Uma ambulante montou uma tenda, na calçada, onde as pessoas pagavam R$ 2 para fazer xixi no chão (mas protegidas dos olhares alheios). Já no final da tarde, com o Galo da Madrugada chegando ao fim e muitos foliões indo embora, a dona da barraca, que também passou o dia comercializando bebida, liberou o uso antes de desmontá-la por completo. “Tem que ajudar o pessoal”, resumiu ela.

Outros não se fizeram de rogado, e não foram poucos os flagrados se aliviando nas esquinas.

Procurada, a Prefeitura de Recife afirmou que a responsabilidade pelos banheiros químicos é da organização do Galo, que não respondeu até a publicação deste texto.

HOMENAGEM AO REI DO BREGA

Às 9h em ponto os fogos de artifícios marcaram a saída do primeiro trio do desfile do Galo da Madrugada. Pelo 45º ano, foliões lotam as ruas do Centro do Recife para reverenciar este que é o maior símbolo do Carnaval local.

Em 2024 a organização decidiu homenagear Reginaldo Rossi, icônico cantor de brega romântico, morto há uma década, com o tema “Reginaldo Rossi no Reinado do Frevo”. As 6 alegorias e 30 trios elétricos seguiram do histórico Forte das Cinco Pontas até a Praça da República, atravessando pontes sob o sol de 30ºC -mas sensação térmica de 36°C-, em um percurso de 6,5 km.

Artistas locais e nacionais integraram a programação do desfile. Dentre eles grandes nomes do frevo, como Elba Ramalho, Maestro Spok, André Rio e Nena Queiroga, junto a Vanessa da Mata, Gaby Amarantos, Michel Teló e Marcelo Falcão, entre muitos outros convidados.

Considerado o maior bloco de Carnaval do mundo, a expectativa do Galo este ano é de reunir 2,5 milhões de pessoas novamente, marca recorde alcançada ano passado.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.