Foguete chinês decola ‘sem querer’ após falha e causa grande explosão

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Um foguete lançado pela empresa chinesa Space Pioneer explodiu segundos após ser lançado “sem querer”. Apesar do impacto e de vídeos mostrarem uma grande explosão, não há registros de feridos.

Space Pioneer (ou Beijin Tianbing Technology) disse que o foguete Tianglong-3 explodiu de forma inesperada em um teste. Lançamento ocorreu nas instalações da cidade de Gongyi, na província de Henan, por volta das 15h34 (horário local) deste domingo (30).

Ideia era ser apenas um teste estático dos nove propulsores do foguete. No entanto, uma “falha estrutural entre o corpo do foguete e a plataforma de teste” fez com que ele decolasse. Testes estáticos servem para detectar problemas, como desgaste de itens e medição de temperatura, antes de um lançamento oficial.

Vídeos da explosão foram feitos por moradores da cidade de Gongyi. As imagens mostram a ascensão do foguete, seguida de sua colisão com o solo, causando uma grande explosão.

“Depois de ter decolado, o computador do foguete desligou automaticamente, e ele caiu em montanhas a uma distância de 1,5 km da plataforma de teste e foi completamente destruído”, informou a Space Pioneer em comunicado.

A Space Pioneer é uma espécie de SpaceX chinesa. É uma empresa privada que desenvolve foguetes reutilizáveis.

O foguete que explodiu neste domingo (30), o Tianglong-3, tem desempenho semelhante ao Falcon 9, da companhia do bilionário Elon Musk. Ele serve para colocar em órbita constelações de satélites geoestacionários para fornecer internet. O plano da Space Pioneer é fazer com que a China tenha um serviço próprio de conexão à web via satélite.

Compartilhe: