Flamengo arrisca na estratégia e vê pressão subir mesmo após 1ª derrota no ano

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL-FOLHAPRESS) – A estratégia de priorizar as condições físicas dos atletas mesmo em partidas importantes têm gerado consequências ao Flamengo. Depois de poupar jogadores no empate em 0 a 0 com o Palmeiras, pelo Brasileiro, o técnico Tite resolveu não levar sete jogadores para La Paz (BOL) e perdeu para o Bolívar por 2 a 1, resultado que pode deixar o time em situação desconfortável no Grupo E, caso o Millionarios bata o Palestino.

O tema foi a tônica da entrevista coletiva após o jogo na Bolívia. O técnico Tite, porém, se mostrou convicto em continuar priorizando a ciência para justificar a preservação de seu elenco.

Nas redes sociais, protestos. Muitos torcedores também questionaram a estratégia adotada e ressaltaram os pontos perdidos, ainda que o Fla tenha perdido seu primeiro jogo no ano e levado dois gols na temporada pla primeira vez.

Com os resultados, clássico ganha ainda mais peso. Depois desses dois insucessos, os rubro-negros encaram o Botafogo com uma pressão adicional. O duelo será domingo, 11h, no Maracanã.

FORÇA MÁXIMA NO CARIOCA

Um dos questionamentos é sobre a opção por força máxima no 2º jogo da final do Carioca. O Flamengo já havia vencido o Nova Iguaçu, na ida, por 3 a 0, e estava com o título encaminhado. Mesmo assim, o técnico Tite não poupou para o duelo da volta.

A decisão por escalar o que tinha de melhor teve influência da diretoria. O treinador afirmou que foi orientado pelos dirigentes a dar prioridade na busca pelo título estadual mesmo com a grande vantagem construída. Na partida seguinte, empate por 1 a 1 contra o Millionarios.

POUPADOS TREINARAM

Os sete jogadores poupados contra o Bolívar treinaram no Rio. Foram eles: Allan, Léo Pereira, Varela, Ayrton Lucas, Erick, Arrascaeta e Pedro.

Pedro já havia sido poupado contra o Palmeiras. O atacante, porém, entrou no segundo tempo no Allianz Parque (SP).

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.