Filha de Maradona diz que procurou médium para se comunicar com o pai

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Filha de Diego Maradona, Dalma afirmou que procurou uma médium para se comunicar com o pai, que morreu em 2020. Segundo ela, a experiência foi “muito bonita”.

Dalma procurou a médium perto do primeiro aniversário de morte de Maradona. O ex-jogador sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

A vontade de “saber o que houve” com o pai foi o que motivou a filha de Maradona. Os médicos envolvidos no tratamento do ex-jogador argentino serão julgados por omissão e tratamento inadequado após uma cirurgia na cabeça.

Ainda hoje me custa falar sobre isso. Entendo perfeitamente o que aconteceu. Há palavras que não quero usar, é como se eu estivesse em negação. Eu fui [à médium] perto do primeiro ano de aniversário [da morte de Maradona]. Dalma Maradona, ao programa argentino Ángel Responde

Foi muito bonito o que aconteceu. Sempre acreditei nessas coisas, depois da morte do meu pai, ainda mais. Mas antes sempre sentia que tinha uma percepção maior. Quando aconteceu a morte do meu pai, pensei: “Quero saber o que houve”, porque também acontecia coisas com minha filha mais velha e eu não sabia como ajudá-la. Então, fui à médium e foi muito bonito.

Eu não me conectei apenas com o meu pai, mas com minha avó, com quem tinha um vínculo muito próximo. Não sei se tenho tranquilidade agora, porque para mim, até que se feche o julgamento [dos médicos envolvidos no tratamento de Maradona], não há tranquilidade possível. Mas sei que de alguma maneira está tudo bem, eu sinto meu pai muito perto sempre.

Além disso, os herdeiros de Maradona foram à Justiça para impedir o leilão da Bola de Ouro da Copa do Mundo de 1986. Os familiares conseguiram um recurso para impedir o leilão do item, que “reapareceu” em 2016.

Maradona morreu em 25 de novembro de 2020, aos 60 anos.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.