Novidade, arbitragem de vídeo muda três decisões em dois jogos - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Novidade, arbitragem de vídeo muda três decisões em dois jogos
Conteúdo editorial fornecido por Folhapress
KAZAN, RÚSSIA (FOLHAPRESS) - O sistema de árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) mudou três decisões dos juízes de campo nas partidas deste domingo (18) pela Copa das Confederações.

No empate por 2 a 2 entre Portugal e México, em Kazan, um gol do zagueiro português Pepe, impedido, foi anulado após uso da tecnologia.

"Ninguém entende ainda o que está acontecendo. Fiquei tentando saber o porquê da anulação. O processo levou um pouco de tempo", afirmou o técnico da seleção portuguesa, Fernando Santos.

Mas foi no outro confronto do dia, em Moscou, que o sistema de vídeo foi protagonista. A tecnologia mudou decisões tomadas em campo duas vezes na vitória de 2 a 0 do Chile contra Camarões.

No primeiro tempo, foi usada para anular um gol impedido do atacante Eduardo Vargas, que havia sido validado.

Na segunda etapa, foi o contrário: Vargas teve um gol anulado pelo bandeirinha, que viu impedimento. Após checagem, o gol foi validado.

A tecnologia só pode ser usada para verificar se houve irregularidade em lance de gol, decidir sobre pênaltis, apontar se uma infração vale expulsão e ajudar o árbitro a punir o jogador correto.