segunda-feira, 8 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Operário-PR e Tombense empatam sem gols em jogo com pouca emoção pela Série B

Em jogo morno nesta segunda-feira, Operário-PR e Tombense não saíram do 0 a 0, em Ponta Grossa (PR), no encerramento da 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os times até tentaram algo, mas a falta de capricho nas finalizações fez com que o torcedor que foi no Estádio Germano Kruger presenciasse um jogo fraco tecnicamente e sem emoção.

Com um ponto para cada, as duas equipes acabaram perdendo uma posição na tabela. O Operário-PR caiu para o 16º lugar, com 21 pontos, e vê a zona de rebaixamento cada vez mais perto, somente com um ponto na frente do CSA (17º), que abre o Z-4, com 20 pontos.

Já o Tombense mantém a boa campanha na Série B, surpreendendo a todos ao aparecer na sexta colocação, com 29 pontos, na primeira participação do time mineiro na segunda divisão nacional.

A primeira etapa começou quente, com os dois times ameaçando o gol adversário. Quem deu as caras primeiro foi o Tombense. Aos três minutos, Nenê Bonilha cobrou o escanteio na primeira trave, Zé Ricardo deu um peixinho e Vanderlei apareceu para fazer uma grande defesa.

O Operário, por sua vez, rondava a área, mas só foi levar perigo mesmo aos 19 minutos. Pavanni deu uma casquinha de cabeça que acabou virando um passe em profundidade para Júnior Brandão. Da entrada da área ele arriscou, com a bola raspando a trave de Felipe Garcia.

Após início acelerado, o ritmo da partida foi caindo aos poucos. Os donos da casa continuaram com o controle da partida, com a mesma proposta de rondar a área adversária, tentando achar um espaço para finalizar. Enquanto os visitantes esperavam uma brecha para contragolpe. Porém, a falta de capricho na hora de finalizar fez com que o placar não fosse alterado na primeira etapa.

Sabendo do resultado parcial do CSA, que vencia o Criciúma e colocava o Operário na zona de rebaixamento, o time voltou dedicado a marcar um gol para não dormir entre os piores. Silvinho, aos seis, perdeu grande chance ao tentar cabecear no contrapé de Felipe Garcia, e Ricardinho, aos 13, parou em bela defesa do goleiro mineiro.

O Tombense respondeu logo na sequência, com Jean Lucas, aos 19, arriscando por cima do gol de Vanderlei e Diego Ferreira, aos 23, já dentro da área, mandando pela linha de fundo. Como na primeira etapa, o ritmo voltou a cair e a falta de efetividade dominou a partida. Erros de passes, principalmente no último terço do campo, foram tirando aos poucos a paciência dos torcedores do Operário-PR presentes no estádio. Após o apito final protestaram contra a equipe paranaense, que chegou ao seu quinto jogo sem vencer na competição.

Na próxima rodada, o Operário-PR enfrenta a Ponte Preta, em Campinas (SP). A partida está marcada para o próximo sábado, dia 30, às 19h. Já o Tombense entra em campo na sexta-feira, dia 29, contra o Sampaio Corrêa. A bola rola às 21h30, em Muriaé (MG).

FICHA TÉCNICA

OPERÁRIO-PR 0 X 0 TOMBENSE

OPERÁRIO-PR – Vanderlei; Arnaldo (Lucas Mendes), Thales, Reniê e Raphinha (Willian Machado); Ricardinho, Tomas Bastos (André Lima) e Giovanni Pavani (Reina); Paulo Victor, Silvinho e Júnior Brandão (Paulo Sérgio). Técnico: Sandro Forner.

TOMBENSE – Felipe Garcia; Diego Ferreira (Marcondes), Joseph, Roger Carvalho e Manoel; Rodrigo (Guilherme Rend), Zé Ricardo e Nenê Bonilha (Kleiton); Jean Lucas, Everton Galdino (Renatinho) e Ciel (Bruno Mota). Técnico: Bruno Pivetti.

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues de Souza (SP).

CARTÕES AMARELOS – Ricardinho (Operário-PR) e Joseph e Everton Galdino (Tombense).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR).

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas