sexta-feira, 19 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Van Aert leva no contra-relógio e Vingegaard é campeão virtual da Volta da França

A penúltima etapa da Volta da França de ciclismo acabou com vitória de Wout Van Aert, no contra-relógio individual, confirmando o bom momento da Jumbo-Visma, que também teve Jonas Vingegaard sendo proclamado vencedor virtual do torneio. O belga completou o percurso de Lacapelle-Marival, 40,7 quilômetros, em 47 minutos e 59 segundos.

Wout Van Aert foi 19 segundos mais rápido do que seu companheiro de equipe. Vingegaard chegou a brigar pela primeira posição, mas quase bateu em um rocha na curva e optou por se resguardar para garantir o título da Volta da França, que será confirmado no próximo domingo.

“Acredito mais em mim do que antes. Amadureci, cresci. Acho que tudo isso me ajudou a vencer este Tour. Não sei quantas vezes vou ganhar. Não me defino metas de cinco vitórias ou algo assim, mas sei que quero voltar e buscar a vitória. Imagino o Tadej também, mas nos encontraremos novamente”, disse o dinamarquês Vingegaard.

O terceiro melhor tempo do dia foi do esloveno Tadej Pogacar, 27 segundos mais lento do que Wout Van Aert. O britânico Geraint Thomas ficou em quarto, seguido pelo italiano e campeão do mundo Filippo Ganna

Para ter o título confirmado de uma vez, Vingegaard precisará apenas percorrer 115 quilômetros neste domingo. Será a primeira vitória de um ciclista dinarmaquês desde Bjarne Riss, quando foi campeão em 1996. O dinamarquês foi o segundo colocado na temporada passada.

“Eu progredi, dou mais watts, fiz mais testes no túnel de vento, trabalhei na minha posição na moto e tudo isso está me dando resultados. Fomos tão bem neste Tour de France por causa da preparação, fazemos concentrações em altura, vamos muito alto, damos tudo. No material, na comida, a equipe é a melhor ao nível da preparação”, completou.

O dinamarquês falou também da batalha enfrentada com o esloveno Tadej Pogacar, que chegou a ameaçar o título. “Temos um bom relacionamento, não nos vemos em particular, mas nos respeitamos. Ele é um cara legal, um dos melhores ciclistas do mundo. É verdade que ele vai querer vencer de novo, mas eu também. Estou orgulhoso do que conquistei, mas não estou satisfeito, quero ganhar mais”, finalizou.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas