sexta-feira, 19 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Djokovic aparece na lista do US Open, mas deve ficar fora por não estar vacinado

A organização do US Open anunciou nesta quarta-feira a lista de jogadores para a disputa do último Grand Slam do ano. O sérvio Novak Djokovic aparece como possível sétimo cabeça de chave, mas dificilmente disputará o torneio pelo fato de não ter se vacinado contra a covid-19, o que o impediria de entrar nos Estados Unidos.

“De acordo com o livro de regras do Grand Slam, todos os jogadores elegíveis são automaticamente inscritos nos campos do sorteio principal de simples masculino e feminino com base na classificação 42 dias antes da primeira segunda-feira do evento”, informou o US Open, para justificar a presença dos não vacinados na relação, caso do sérvio, campeão recentemente de Wimbledon, na Inglaterra.

“O US Open não tem um mandato de vacinação para os jogadores, mas respeitará a posição do governo dos EUA em relação às viagens ao país para cidadãos não-americanos não vacinados”, advertiu a organização do Grand Slam de Nova York. Djokovic já disse que não tem a intenção de tomar a vacina.

Na lista divulgada nesta quarta-feira, o russo Daniil Medvedev aparece como principal cabeça de chave para o torneio, que ocorre entre 29 de agosto e 11 de setembro (chaves principais, com o qualificatório começando no dia 23 de agosto). Logo a seguir vem o alemão Alexander Zverev e o espanhol Rafael Nadal.

Na frente de Djokovic ainda figuram o grego Stefanos Tsitsipas, o norueguês Casper Ruud e o espanhol Carlos Alcaraz. O Top 10 é completado com o russo Andrey Rublev, o canadense Felix Auger-Aliassime e o italiano Jannik Sinner. Russos e bielo-russos não poderão representar seus países e atuarão sem representar uma bandeira por causa da invasão à Ucrânia.

SERENA WILLIANS CONVIDADA

Maior vencedora do Grand Slans, com 23 conquistas, a americana Serena Williams foi convidada para disputar a competição, entrando como 16ª cabeça de chave pelo ranking protegido que o US Open utiliza com as tenistas do país.

“Duas das 15 mulheres americanas, Serena Williams e Taylor Townsend, entraram com classificações especiais: Williams, 23 vezes campeã de Grand Slam, entrou com um ranking protegido de 16º, enquanto Townsend entrou com um ranking protegido de 84º”, revelou a organização do torneio.

Os Estados Unidos terão duas representantes no Top 10: Jessica Pegula e Danielle Collins, 7º e 8º lugares, respectivamente. A polonesa Iga Swiatek encabeça a lista.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas