quinta-feira, 11 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Bahia sofre gol no fim, cede empate ao CRB e frustra a torcida na Fonte Nova

Mesmo com as principais ofensivas, principalmente no primeiro tempo, o Bahia deixou escapar uma vitória importante na noite desta terça-feira. Dentro da Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), empatou com o CRB, por 1 a 1, pela 19.ª rodada, a ultima do primeiro turno do Campeonato Brasileiro Série B. Lucas Mugni, de pênalti, abriu o placar para os mandantes, no primeiro tempo, mas Claudinei marcou já no fim do jogo para evitar a derrota alagoana.

Apesar da frustração de mais de 23 mil torcedores, o Bahia amplia a sua sequência invicta para cinco jogos, sendo três empates e duas vitórias, e soma 34 pontos, dentro do G-4. O CRB agora está há oito jogos sem perder, com cinco empates e três vitórias, dono de 25 pontos, no meio da tabela.

O Bahia abafou o CRB, que ainda tentou sair trocando passes na defesa, mas com muita dificuldade, o que proporcionou várias chances aos mandantes. O atacante Matheus Davó foi bastante ativo, com uma finalização explodindo na defesa e outra, de fora da área, indo por cima. A pressão seguiu e, em outro lance, o Bahia chegou a finalizar três vezes seguidas, mas a defesa afastou todas.

Como um rolo compressor, o tricolor baiano seguiu no ataque e quase abriu o placar com Raí Nascimento, que mandou a bola na trave após cruzamento. De tanto insistir, o gol saiu. O VAR chamou o árbitro, que marcou falta de Bryan sobre Davó dentro da área. Na cobrança do pênalti, aos 39 minutos, Lucas Mugni cobrou muito bem, no alto e no lado oposto do goleiro, para abrir o placar. Ainda deu tempo, antes do intervalo, de Davó perder gol dentro da pequena área e de Emerson Negueba, do CRB, assustar em chute cruzado para boa defesa do goleiro.

O segundo tempo foi mais tranquilo. Com a vantagem, o Bahia cadenciou mais o jogo, enquanto o CRB tinha dificuldades para furar o bloqueio defensivo. Até que Emerson Negueba, principal jogador ofensivo dos alagoanos, assustou outra vez. Ele fez boa finta e chutou bonito, mas a bola explodiu no travessão. Um susto para a torcida.

Até que aos 37 minutos, o CRB usou a bola parada para empatar. Após cobrança de falta, Danilo Fernandes afastou com soco, mas Claudinei cabeceou da meia-lua e encobriu tanto o goleiro quanto o zagueiro do Bahia. Os dois se atrapalharam no lance e não conseguiram evitar o gol. O Bahia até tentou pressionar nos minutos finais, mas não conseguiu outro gol. A torcida deixou o estádio com o sentimento de decepção, apesar a boa campanha do time, que confirma ser um dos favoritos ao acesso.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado pela 20.ª rodada. Às 16h, o Bahia visita o líder Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Um pouco mais tarde, às 20h30, o CRB volta a jogar no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), diante do Novorizontino.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 X 1 CRB

BAHIA – Danilo Fernandes; André, Gabriel Xavier, Ignácio, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Lucas Falcão), Lucas Mugni (Rezende) e Daniel (Igor Torres); Raí Nascimento (Marco Antônio) e Matheus Davó (Rodallega). Técnico: Enderson Moreira.

CRB – Diogo Silva; Raul Prata, Gum (Diego Ivo), Wellington Carvalho e Bryan (Reginaldo); Yago (David Brall), Uillian Correia (Claudinei) e Rafael Longuine; Fabinho (Gabriel Conceição), Anselmo Ramon e Emerson Negueba. Técnico: Daniel Paulista.

GOLS – Lucas Mugni, aos 39 minutos do primeiro tempo. Claudinei, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – André Luiz de Freitas Castro (GO)

CARTÕES AMARELOS – Ignácio (Bahia). Gum (CRB).

RENDA – R$ 433.306,00.

PÚBLICO – 23.098 pagantes (23.386 presentes).

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas