sábado, 13 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Santos tenta esquecer eliminações e investirá em meias para subir no Brasileirão

Copa do Brasil e Sul-Americana são assuntos proibidos no Santos a partir desta quinta-feira. A ordem no clube é esquecer as eliminações em sequência e focar apenas em decolar no Brasileirão, competição na qual o time já flertou com a liderança e agora busca se reerguer após alguns tropeços seguidos – caiu para oitavo. Depois de desencantar diante do Atlético-GO, o time vai investir na qualidade de seus meias para tentar superar o Avaí, sábado, em Florianópolis.

Precisando de quatro gols ao menos contra o Corinthians, Marcelo Fernandes optou por quatro atacantes, com Léo Baptistão improvisado de 10. O jogador não desempenhou um bom papel e acabou saindo no intervalo. Bruno Oliveira e Carlos Sanchez entraram para dar enorme qualidade ao time e maior poderio ofensivo. A dupla tem grandes possibilidades de iniciar o jogo em Florianópolis.

“Sanchez foi uma opção minha de não começar o clássico, conversei com ele e achou melhor também, ainda vem se recuperando, mas é um cara muito positivo, um dos pilares do nosso time”, elogiou Marcelo Fernandes, deixando no ar a possibilidade de o jogador ter chance desde o início na Ressacada. “Com Bruno e Sanchez temos um aspecto ofensivo mais aguçado”, seguiu, revelando que o 1 a 0 pode ser positivo ao grupo. “A vaga não veio, mas a vitória dá uma fortalecida no elenco. Precisamos, apenas, acabar com as tomadas de decisões precipitadas.”

Apagado no primeiro tempo contra o Corinthians, Marcos Leonardo cresceu com as entradas dos meias e não esconde sua predileção. “Com Sanchez e Bruninho facilita, ao lado deles fica mais fácil”, avaliou, lamentando o placar, mas também focando para frente. “Eles tentaram me achar, infelizmente a classificação não veio. Agora é cabeça erguida, focar para a frente.”

João Paulo também adota a linha de deixar o ruim para o passado e foca em resposta positiva em Florianópolis. “Nosso grupo trabalha e se dedica bastante, mais infelizmente os resultados não estavam vindo e no futebol acaba recaindo no treinador quando o resultado não vem. Agora é olhar para frente, o que ficou para trás não volta mais e temos de seguir, temos um Campeonato Brasileiro que está muito difícil e precisamos focar todas as nossas forças.”

DEFESA COMPROMETIDA

Com a venda de Kaiky e a contusão na coxa de Maicon, Marcelo Fernandes terá apenas Eduardo Bauermann e Luiz Felipe para escalar contra o Avaí. Para não ficar desprotegido, o treinador solicitará algum defensor do time sub-20 para ficar na reserva em Florianópolis.

“Comentei lá dentro, esse processo de venda e a infelicidade da panturrilha do Maicon apitar um pouquinho, doer, só temos o Edu e o Luiz. Vou ver um menino da base, e quem virá está jogando no sub-20 e vai ser encaixado”, disse técnico, fazendo um apelo à diretoria. “Agora a direção tem de sentar e ver essa questão, estamos muito defasados na posição.”

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas