sábado, 13 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

São Paulo treina cobranças e espera desfecho como o de 2019 em caso de pênaltis

A preparação do São Paulo para decidir a vaga nas quartas da Copa do Brasil com o Palmeiras foi encerrada nesta quarta-feira, com ajustes táticos, ensaios de faltas e, claro, cobrança de pênaltis. Embora tenha vencido o jogo de ida por 1 a 0, no Morumbi, o time tricolor guarda a lembrança recente da goleada por 4 a 0 sofrida na final do Paulistão deste ano e sabe que não ter a rede balançada no Allianz Parque será uma missão difícil. Por isso, uma decisão nos pênaltis é considerada bastante provável. Caso o desfecho seja esse, o lado tricolor tem boas memórias para resgatar da última disputa de cobranças com o rival.

Em 2019, durante as semifinais do Paulistão, o clássico ficou no 0 a 0 tanto na ida quanto na volta. No jogo decisivo, na arena palmeirense, os são-paulinos avançaram à final com uma vitória por 5 a 4 nas penalidades. Nenhum dos jogadores que cobraram para o lado tricolor fazem parte do atual elenco Nenê, Everton Felipe, Hudson, Carneiro e Bruno Alves converteram, e o goleiro Thiago Volpi desperdiçou.

Pelo Palmeiras, Zé Rafael, ainda no time, e Ricardo Goulart, hoje no Santos, perderam as cobranças. Bruno Henrique, Gustavo Gómez, Luan e Diogo Barbosa colocaram na rede. Ao passar pelo rival naquele jogo, o São Paulo voltou a disputar uma final de Paulistão após um longo período, mas perdeu o título para o Corinthians.

Desta vez, caso a decisão vá para os pênaltis, os são-paulinos não contarão com uma arma importante: o lateral-esquerdo Reinaldo, que tem 100% de aproveitamento nas seis cobranças de pênalti que realizou nesta temporada. O jogador sofreu um estiramento na coxa e está fora do clássico. Nos postos mais altos da hierarquia de batedores, o time de Rogério Ceni tem nomes como Calleri e Luciano.

Além de Reinaldo, outros desfalques são o zagueiro Arboleda, o volante Luan, os meias André Anderson e os atacantes Alisson e Caio, todos em processo de recuperação. O volante Andrés Colorado trabalhou aqueceu com o grupo nesta quarta-feira, mas ainda está em transição física, portanto está fora do jogo. Nikão, fora há mais de dois meses, pode voltar.

Ceni pode escalar o São Paulo com Jandrei; Diego Costa, Miranda e Léo; Rafinha, Gabriel Neves, Igor Gomes, Rodrigo Nestor, Patrick e Welington; Calleri.

Palmeiras e São Paulo se enfrentam a partir das 20 horas desta quinta-feira, no Allianz Parque. A vaga será decidida nos pênaltis caso os palmeirenses vençam por um gol de diferença. Para avançar direto, precisam superar os são-paulinos por vantagem de dois gols.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas