sexta-feira, 19 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Cruzeiro se posiciona sobre venda de ingressos falsos pela internet: ‘Lamentável’

Pela segunda vez seguida, o Mineirão foi palco de tumulto no acesso de torcedores cruzeirenses ao estádio. O Cruzeiro se posicionou neste sábado, após precisar abrir um setor da arquibancada, que estaria fechado no confronto contra o Vila Nova na noite de sexta-feira, em duelo pela Série B do Campeonato Brasileiro, para acomodar torcedores que forçaram a entrada sem ingressos legítimos.

“O alto número de ingressos falsos nas catracas do estádio tem, por óbvio, atrasado o processo de entrada. Mesmo com má-fé, os criminosos ali se mantêm, gerando filas e confusões desnecessárias”, disse o Cruzeiro em nota.

O Cruzeiro investigou os problemas nas catracas por meio das câmeras de segurança. Algumas pessoas, que teriam sido ludibriadas na compra dos ingressos, acreditam que há um problema na entrada, quando, na verdade, estão com bilhetes falsos. O clube afirma que se reuniu com a Polícia Militar para adequar o acesso ao estádio e buscar soluções contra o estelionato na venda dos ingressos para os jogos.

“O procedimento seguirá sendo ajustado e seremos cada vez mais rigorosos com a entrada, adotando bloqueios necessários para que esses criminosos não só deixem de adentrar o estádio, como sejam penalizados por suas atitudes”, informou o comunicado.

A CONFUSÃO

O Setor Vermelho Superior precisou ser aberto por causa da lotação do Setor Amarelo. Torcedores forçaram o acesso no Portão C minutos antes da partida. A confusão fez com que alguns torcedores, com ingressos originais, só acessassem o estádio na metade do primeiro tempo. Apesar de alguns torcedores, de fato, caírem no golpe, outros se aproveitam dos ingressos falsos para entrar nas partidas, de acordo com o clube. A abertura do setor que não tinha ingressos a venda foi solicitada pela polícia.

“Pessoas estão agindo de forma coordenada, em momentos específicos, geralmente nos minutos prévios ao início do jogo, para forçar a entrada sem ingressos. Agindo de forma simultânea e em grande volume, inviabilizam a prática de verificação dos ingressos. Isso ocorre em setores específicos do estádio, não sendo generalizado.” Episódio semelhante já havia ocorrido no confronto contra o Sport, na terça-feira passada.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas