sexta-feira, 24 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Aos 32 anos, Pato coloca carreira a limpo: ‘Se a vida é mesmo um jogo, eu venci”

Aos 32 anos, Alexandre Pato resolveu passar a limpo sua carreira. Em entrevista ao The Players Tribune, o atual atleta do Orlando City detalhou momentos de sua carreira, que de promissora e apontada para ser um dos maiores jogadores do mundo, acabou passando por vários momentos de contestação. Apesar disso, o garoto prodígio, que “explodiu” no Internacional, em 2006, aos 17 anos, se disse realizado: “Se a vida é mesmo um jogo, eu venci.”

Em um texto em primeira pessoa, Pato faz perguntas a si mesmo e responde sobre momento impactantes de sua carreira. Desde os tempos do futebol de salão, passando pelo drama do acidente que quase lhe custou um braço e do sofrimento dos pais por ver o filho pequeno sair de casa para ir jogar no Internacional.

Daí, Pato conta do bullying sofrido nas categorias de base do Inter e, ao mesmo tempo, da carreira meteórica, ao atingir o elenco profissional antes da maioridade. A conquista do título mundial diante do Barcelona, de Ronaldinho Gaúcho, é um ponto importante. Ele guarda com carinho o fato de o craque ter lhe reservado a camisa daquele jogo, mesmo ele sendo um garoto.

A ida para o Milan e a falta de estrutura emocional para aguentar as cobranças e superar as várias lesões, causaram desconfiança por parte de dirigentes e torcedores italianos. Neste ponto, o atleta fala da ausência de alguém para auxiliá-lo no trato com as pessoas.

Voltou para o Brasil, mas a passagem pelo Corinthians, onde conseguiu se livrar das contusões, acabou dando errado e ele saiu pela porta de trás. O bom momento no São Paulo o levou de volta à Europa.

Por fim, Pato fala da importância que foi sua passagem pelo futebol chinês e o início da terapia, que lhe passou equilíbrio para superar as dificuldades. O casamento atual, a fé e a certeza do encontro do equilíbrio emocional, pessoal e profissional.

“Sim, eu não me tornei o melhor do mundo. Mas eu vou te falar uma coisa, cara. Vejo os meus pais com muito mais frequência – estamos recuperando o tempo perdido. Tenho um relacionamento maravilhoso com os meus irmãos. Estou em paz comigo mesmo. Sou um filho de Deus. Amo a Rê, a minha esposa. Do meu ponto de vista, eu tenho muitas Bolas de Ouro”, finalizou.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas