São Paulo empata com o Corinthians no final, mas tabu na arena do rival continua - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
São Paulo empata com o Corinthians no final, mas tabu na arena do rival continua
Publicado por Estadão Conteúdo

O tabu continua. São 14 jogos sem vitória do São Paulo contra o Corinthians na Neo Química Arena, em São Paulo. Neste domingo, mesmo em má fase e diante de um adversário que vive grande momento, o time alvinegro teve uma atuação justa e vencia até os 50 minutos do segundo tempo, quando Luciano, de pênalti, fechou o placar em 2 a 2, pela 10.ª rodada do Campeonato Paulista.

No final, frustração dos dois lados: o Corinthians por deixar a vitória escapar no último lance; o São Paulo por nunca ter vencido um único jogo na arena do rival.

O jogo começou bastante disputado, com o meio de campo congestionado. As duas equipes tinham dificuldade para criar. Enquanto o Corinthians insistia em jogadas pelo lado direito, o São Paulo optou por uma postura mais defensiva. Os laterais, por exemplo, pouco atacavam.

O gol, então, veio em um lance de bola parada, em uma falha defensiva do Corinthians. Aos 14 minutos, Igor Gomes cobrou escanteio para Miranda, sozinho, cabecear no canto do gol de Cássio.

Em vantagem, o São Paulo recuou um pouco mais a marcação, à espera de espaços para sair no contra-ataque. A estratégia era tentar forçar o erro do adversário. O Corinthians até tinha campo de jogo, mas falhava na armação das jogadas.

O São Paulo, no entanto, acabou vacilando em uma cobrança rápida de lateral de Lucas Piton para Ramiro, aos 40 minutos. O volante deu leve toque para Luan bater de primeira e fazer um golaço, no ângulo do goleiro Tiago Volpi.

Luan não fazia uma boa partida até o gol e passou a ser o protagonista do jogo. No segundo tempo, aos nove minutos, o meia teve a chance de se consagrar, mas desperdiçou grande oportunidade de virar o placar. Sem marcação, de frente para o gol na linha da pequena área, mandou a bola para fora.

Mas, na base da disposição, o meia ajudou o Corinthians a chegar ao segundo gol. Aos 39 minutos, após bola recuperada no meio de campo, Fagner foi acionado na linha de fundo por Luan e cruzou rasteiro para Gustavo Mosquito marcar.

Quando a vitória parecia certa, João Victor derrubou Pablo na área. Na cobrança do pênalti, aos 50 minutos, Luciano deixou tudo igual.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 2 SÃO PAULO

CORINTHIANS - Cássio; João Victor, Jemerson e Raul Gustavo; Fagner, Gabriel, Ramiro (Roni), Luan (Mateus Vital) e Lucas Piton (Gil); Otero (Gustavo Mosquito) e Cauê. Técnico: Vagner Mancini.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor (Liziero), Igor Gomes (Luciano) e Welington; Galeano (Benítez) e Vitor Bueno (Pablo). Técnico: Hernán Crespo.

GOLS - Miranda, aos 14, e Luan, aos 40 minutos do primeiro tempo; Gustavo Mosquito, aos 39, e Luciano (pênalti), aos 50 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luan, Raul Gustavo, Ramiro e João Victor (Corinthians); Benítez e Luciano (São Paulo).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza.

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Neo Química Arena, em São Paulo (SP).
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.