Filho de Antônio Lopes é anunciado como novo auxiliar técnico do Vasco - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Filho de Antônio Lopes é anunciado como novo auxiliar técnico do Vasco
Publicado por Estadão Conteúdo

Após anunciar a efetivação de Ramon Menezes como treinador, o Vasco acertou a chegada de mais um nome para a comissão técnica. Nesta quarta-feira, o clube comunicou a contratação de Junior Lopes para o cargo de auxiliar, função anteriormente exercida pelo ex-meia.

Junior Lopes é filho de Antônio Lopes, novo coordenador técnico do Vasco. E já trabalhou no Vasco, nas décadas de 1990 e 2000. Com 46 anos, acumula passagem por outros clubes, como Cruzeiro, Flamengo, Palmeiras, Goiás e Athletico Paranaense. Além disso, passou cinco anos na seleção brasileira.

"Trabalhei por quatro anos na base do Vasco e outro ano no profissional, sendo campeão carioca em 2003. Dei seguimento na minha carreira e agora estou voltando 17 anos depois. O que me deixou extremamente satisfeito foi que esse convite foi feito pelo Alexandre (Campello, Presidente) e o José Luís (Moreira, Vice de Futebol) com aprovação do Ramon. Recebi o convite no mesmo dia, mas tive que resolver algumas questões antes de oficializar. Hoje (01/04) tudo foi resolvido e posso dizer oficialmente que estou de volta. Muito bacana da forma que tudo foi feito", disse, ao site oficial do Vasco.

Além da óbvia ligação com o pai, Júnior Lopes também possui relação com Ramon, que foi seu colega de turma no curso Licença Pró promovido pela CBF, além de ter trabalhado ao lado do agora treinador quando ele atuava profissionalmente, inclusive no Vasco, em 2002.

"É uma satisfação muito grande. O Ramon é um cara que me dou bem desde a época que era jogador. Ele foi meu atleta também no Vasco, em 2002, e no Athletico Paranaense, em 2007. Nós sempre tivemos uma relação muito próxima, pois desde a época de jogador ele buscava muito essa parte tática, sempre foi um cara muito inteligente. Eu acho muito importante um auxiliar estar junto com os jogadores, ouvir o que eles pensam, ter um elo, até para que eles se sintam parte de todo o processo", disse.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}