Em dia com capotagem de Alonso, Sainz ganha etapa e fica perto de vencer o Dakar - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Em dia com capotagem de Alonso, Sainz ganha etapa e fica perto de vencer o Dakar
Publicado por Estadão Conteúdo

Em dia marcado por uma dupla capotagem do espanhol Fernando Alonso, que conseguiu se manter na disputa, Carlos Sainz, seu compatriota, venceu nesta quarta-feira a décima etapa do Rally Dakar, realizada entre Haradh e Shubaytah, ficando mais próximo de assegurar o título entre os carros do evento, que tem apenas mais dois dias de disputa e está sendo realizado na Arábia Saudita.

A etapa teve o seu trecho cronometrado reduzido para 345 quilômetros, em virtude de fortes rajadas de vento, sendo que o deslocamento total foi de 608km. E Sainz, ao lado do navegador espanhol Lucas Cruz, ganhou a disputa com o tempo de 2h03min43. Além disso, os seus principais concorrentes ao título tiveram um dia ruim. O Top 3 entre os carros no dia foi completado pelo polonês Jakub Przygonski, a 3min05, e pelo sul-africano Giniel de Villiers, a 4min26.

Alonso, por sua vez, sofreu o seu acidente no início da etapa. Apesar de avarias no carro, como dois pneus furados e o para-brisa quebrado, seguiu na disputa. Mas perdeu bastante tempo, fechando a etapa na 55ª colocação, com desvantagem de 1h17min33 para Sainz. E caiu para o 14º lugar na classificação geral.

O catariano Nasser Al-Attiyah foi apenas o 17º colocado do dia, a 17min46 de Sainz, ficando a 18min10 do líder, na segunda posição. Já o francês Stéphane Peterhansel foi o décimo, com uma desvantagem de 11min48. E agora ficou a 18min26 de Sainz na classificação geral, em terceiro lugar.

Entre as motos, o espanhol Joan Barreda foi o vencedor do dia, com um tempo de 2h11min42, 1min07 à frente do norte-americano Ricky Brabec. E o argentino Kevin Benavides, com desvantagem de 2min31, foi o terceiro colocado.

Líder da classificação geral, Brabec ampliou a sua vantagem para 25min44 em relação ao chileno Pablo Quintanilla, que foi o sétimo colocado do dia. Barreda é o terceiro após a disputa de dez etapas, a 27min09 do norte-americano.

O brasileiro Antonio Lincoln Berroca foi o 48º colocado da décima etapa, a 51min30 de Barreda. E passou a ocupar o 71º lugar entre as motos, com uma desvantagem de 17h16min09 para Brabec.

Na disputa dos caminhões, o russo Anton Shibalov venceu a etapa com o tempo de 2h12min12. Na segunda posição, diminuiu para 36min08 a sua desvantagem para o líder da classificação geral, o compatriota Andrey Karginov.

Nos UTVs, o norte-americano Mitchell Guthrie, com o norueguês Ola Floene como seu navegador, ganhou a etapa em 2h23min47. Os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin ficaram em sexto lugar, a 6min08 dos vencedores. Estão na nona posição na classificação geral, a 4h23min01 do norte-americano Casey Currrie.

O Dakar prossegue nesta quinta-feira com a realização da penúltima etapa, entre Shubaytah e Haradh, com 379km de especial.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.