Messi vê fim mais perto, mas quer 'vários anos' de carreira após 6ª Bola de Ouro - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Messi vê fim mais perto, mas quer 'vários anos' de carreira após 6ª Bola de Ouro
Publicado por Estadão Conteúdo

Dono agora de seis troféus de Bola de Ouro, o tradicional prêmio entregue pela revista France Football, o craque argentino Lionel Messi reconheceu na noite de segunda-feira, em Paris, que apesar de ter 32 anos já vê a hora de parar mais perto no horizonte e, por isso, pediu a Deus "mais vários anos" de carreira.

"Há 10 anos recebi a minha primeira Bola de Ouro aqui em Paris. Tinha 22 anos e tudo o que eu estava vivendo era impensável. Dez anos depois, me coube receber o prêmio em um momento totalmente diferente, com minha esposa e meus três filhos", disse o astro argentino do Barcelona após receber o troféu das mãos do croata Luka Modric, do Real Madrid, ganhador da edição do ano passado.

"Agora parece que o tempo voa e que tudo passa muito rápido. Espero continuar desfrutando do futebol, dos rivais, da minha família e de tudo o que tenho para viver", prosseguiu Messi durante o discurso de agradecimento.

O craque também afirmou que em todos esses anos de carreira nunca parou "de sonhar, de continuar a querer crescer, a melhorar e a aproveitar o futebol". "É o que eu amo desde que eu tinha um ou dois anos e Deus queira que eu tenha mais vários anos", declarou.

Depois do discurso no palco do Teatro Châtelet, Messi conversou mais um pouco com os jornalistas e admitiu que mal consegue curtir os reconhecimentos como a Bola de Ouro devido ao ritmo intenso das competições. "O dia a dia não me deixa nem parar pra desfrutar de tudo o que consegui. No futuro, quando terminar (a carreira) e tiver tempo, verei o que consegui e os prêmios que pude conquistar, mas hoje tudo acontece tão rápido que não dá pra aproveitar porque já é preciso pensar no próximo jogo", contou.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}