Tite lamenta desempenho e diz que seleção 'jogou e competiu menos do que pode' - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Esportes
Tite lamenta desempenho e diz que seleção 'jogou e competiu menos do que pode'
Publicado por Estadão Conteúdo

Depois de amargar o terceiro jogo seguido sem vitória à frente da seleção brasileira, que nesta quinta-feira empatou por 1 a 1 com o Senegal, em Cingapura, o técnico Tite lamentou o desempenho do time nacional em campo e também deixou claro que esperava a sua equipe tratando este amistoso na Ásia de uma maneira mais competitiva.

Uma boa atuação neste duelo se tornou importante depois dos dois confrontos que o Brasil fez nos Estados Unidos após a conquista do título da Copa América. Em solo norte-americano, primeiro empatou por 2 a 2 com a Colômbia, em Miami, e na sequência decepcionou a ser derrotado pelo Peru por 1 a 0, em Los Angeles.

"A seleção foi abaixo do que poderia produzir. Jogou menos do que pode e competiu menos do que pode. Não foi um bom jogo nosso", reconheceu o comandante, em entrevista coletiva no Estádio Nacional de Cingapura, onde o treinador viu a sua equipe ter um desempenho decepcionante e sem a qualidade técnica esperada, tendo em vista o nível dos seus jogadores.

"Esteve abaixo do seu padrão técnico, do seu normal competitivo. No segundo tempo foi melhor e conseguiu trazer nossa ideia mais de bola, de troca de passes, circulação. E depois da (jogadas em) profundidade, num plano avançado. Aí ela conseguiu. Mas esteve abaixo, sim", admitiu.

Tite também procurou valorizar a importância de poder voltar a encarar um rival africano, neste domingo, contra a Nigéria, às 9 horas (de Brasília), novamente em Cingapura, ao lembrar que o Brasil já havia sofrido para superar Camarões em um amistoso realizado em novembro do ano passado, quando venceu por 1 a 0.

"Da minha passagem aqui é a segunda vez que a gente joga contra a escola africana. E é a segunda vez que a gente tem dificuldade. São equipes que procuram contato, trazem compactação, bola aérea forte. E a gente está ainda encontrando uma melhor forma de jogar contra as seleções africanas", afirmou.

E Tite aproveitou para dar um recado aos seus comandados ao dizer que espera ver o Brasil encarando os nigerianos com o mesmo empenho que foi mostrado pelos senegaleses nesta quinta-feira. "Você tem de elevar esse patamar (de nível competitivo). Para a seleção africana o amistoso tem uma importância e para nós precisa ter também", avisou.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}