Espanha vence Itália com gol contra e garante liderança do Grupo B da Euro

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Exibindo um grande futebol e criando muitas chances, a Espanha dominou completamente o duelo contra a Itália e venceu por 1 a 0, nesta quinta-feira (20), na Veltins-Arena, em Gelsenkirchen.

Apenas a Espanha jogou no primeiro tempo, mas o placar não saiu do zero. Os espanhóis até criaram boas chances, mas pecaram nas finalizações e viram Donnarumma fazer duas boas defesas.

No início do segundo tempo, Calafiori, contra, marcou o único gol do jogo. A Espanha ainda acertou a trave com Nico Williams, o melhor jogador em campo.

Com seis pontos, a Espanha garantiu a classificação às oitavas de final e a primeira posição do grupo. Líderes do grupo, os espanhóis não podem ser alcançados em pontos por Albânia e Croácia, e levam vantagem no duelo direto com os italianos.

A Itália segue na segunda colocação, com três pontos, ainda em boas condições de avançar. Os italianos jogam pelo empate contra a Croácia na última rodada. Assim como a Albânia (3ª colocada do grupo), os croatas têm apenas um ponto, mas levam desvantagem no saldo de gols.

A Espanha tem a Albânia pela frente. As seleções se enfrentam na próxima segunda-feira (24), às 16h (de Brasília).

A Itália, por sua vez, enfrenta a Croácia. O duelo é no mesmo dia e horário do outro jogo do grupo.

COMO FOI O JOGO

A Espanha dominou todo o primeiro tempo, mas não conseguiu balançar as redes. Os espanhóis controlaram o jogo desde o início, com mais posse de bola e criando as melhores chances. Pedri e Nico Williams quase abriram o placar antes dos 20 minutos, em jogadas aéreas. Donnarumma ainda trabalhou bem em dois chutes de longe de Fabián Ruiz.

A Itália praticamente só se defendeu nos 45 minutos iniciais. A primeira finalização dos italianos foi apenas aos 44 minutos, quando Chiesa arriscou da entrada da área, mas mandou longe do gol. As tentativas de contragolpe não funcionaram, parando na boa marcação dos meias espanhóis. Além disso, os lançamentos para o pouco inspirado Scamacca, jogador mais avançado do time, não deram resultado.

Os espanhóis continuaram mandando no jogo no segundo tempo e aumentaram a pressão. Foi durante um bombardeio do ataque da Espanha, entre os 5 e 20 minutos da etapa final, que saiu o gol, com Calafiori tocando contra as próprias redes. As principais jogadas de ataque da Fúria saíram dos pés de Nico Williams, que infernizou a defesa italiana pela ponta esquerda.

Sofrendo com a marcação espanhola no campo de ataque, a Itália mexeu nas peças em campo, mas não conseguiu mudar o cenário. Sem conseguir manter a bola por muito tempo e sem sucesso nos contragolpes, a Azzurra continuou inofensiva e só conseguiu uma finalização na direção do gol de Unai Simón.

LANCES IMPORTANTES

Donnarumma salva! Antes dos 2 minutos, Nico Williams arrancou pela esquerda e cruzou na cabeça de Pedri. Ele cabeceou forte, mas o goleiro italiano se lançou na bola para fazer uma linda defesa.

De novo pelo alto! Aos 12 minutos, Morata recebeu e levou para a esquerda. Ele cruzou na cabeça de Nico Williams, que chegou atacando a bola, dentro da pequena área, mas mandou para fora. Passou muito perto.

Donnarumma brilha de novo! Aos 26 minutos, Fabián Ruiz controlou a bola pelo meio e avançou. Com liberdade, ele bateu de longe e exigiu mais uma boa defesa de Donnarumma, que colocou para escanteio.

Perdeu Pedri! Aos 6 minutos do segundo tempo, Nico Williams acionou Cucurella dentro da área. De primeira, o lateral cruzou rasteiro para trás e Pedri chegou batendo; ele buscou o contrapé de Donnarumma, mas errou o alvo por muito pouco.

1×0: Aos 10 minutos, Nico Williams fez nova jogada pela esquerda. Dessa vez, ele cruzou na primeira trave e Morata desviou. Donnarumma espalmou no meio da área, mas o toque do goleiro acabou colocando a bola na perna de Calafiori, que corria para trás. De lá, ela só parou no fundo do gol.

Donnarumma brilha de novo! Aos 12 minutos, Morata recebeu na intermediária com liberdade, virou rápido e bateu forte, de fora da área. Donnarumma fez uma ótima defesa.

Cambiaso salva! Que pressão! Na cobrança de escanteio, Le Normand subiu mais alto que a defesa italiana e cabeceou para baixo. A bola ia entrando no canto, mas Cambiaso evitou o segundo gol espanhol.

Para fora! Aos 15 minutos, Lamine Yamal recebeu na direita, puxou para o meio e bateu colocado, de fora da área. A bola passou por Donnarumma e passou muito perto da trave.

No travessão! Aos 26′, Nico Williams fez uma ótima jogada pela esquerda, cortou a marcação, puxou para o meio e bateu com muita curva. A bola passou por Donnarumma e explodiu na trave superior, perto do ângulo.

Sequência de defesas. Aos 47′ e aos 48′, Ayoze Pérez, que entrou na reta final, teve duas chances dentro da área, mas viu Donnarumma fazer duas grandes defesas.

Estádio: Veltins-Arena, em Gelsenkirchen, na Alemanha

Data e horário: 20 de junho de 2024 (quinta-feira), às 16h (de Brasília)

Árbitro: Slavko Vincic (SLO)

Cartões amarelos: Rodri, Carvajal e Le Normand (ESP); Donnarumma, Cristante (ITA)

Gols: Calafiori (contra), aos 10 minutos do segundo tempo

ESPANHA

Unai Simón; Carvajal, Le Normand, Laporte e Cucurella; Rodri, Pedri (Alex Baena) e Fabián Ruiz (Merino); Lamine Yamal (Ferran Torres), Nico Williams (Ayoze Perez) e Morata (Oyarzabal). T.: Luis De La Fuente

ITÁLIA

Donnarumma; Di Lorenzo, Bastoni, Calafiori e Dimarco; Jorginho (Cristante), Barella e Frattesi (Cambiaso); Pellegrini (Raspadori), Chiesa (Zaccagni) e Scamacca (Retegui). T.: Luciano Spalletti

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.