Encosta de barragem pode desabar e formar onda em São Francisco de Paula (RS)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Moradores do entorno da UHE (Usina Hidrelétrica) Bugres/Barragem Salto, em São Francisco de Paula (RS), foram orientados pela Defesa Civil e pela prefeitura da cidade a sair da região com urgência devido ao risco de deslizamento da encosta.

Caso ocorra, o deslizamento provocaria ondas às margens do reservatório, atingindo casas nas áreas costeiras do rio Caí.

Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, a barragem do Salto opera com status de emergência depois do expressivo volume de chuva na região norte do estado. O nível de emergência significa risco de ruptura iminente, o que exige providências para preservar vidas.

No início da noite desta segunda-feira (13), veículos da Defesa Civil passaram pelas regiões que podem ser afetadas e fizeram o alerta por meio de alto-falantes.

Nas redes sociais, o prefeito Marcos Aguzzoli (PP) apelou para os moradores deixarem a região. “Por precaução somos obrigados a pedir que vocês evacuem o Salto”, disse.

Segundo a Defesa Civil do estado, 450 dos 497 municípios foram afetados pelas enchentes até a noite desta segunda (13), e mais de 2,1 milhões de pessoas sofrem as consequências. Dessas, 538 mil estão desalojadas e quase 80 mil estão em abrigos. A catástrofe deixou 147 mortos e 127 desaparecidos, segundo o balanço mais recente.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.