Ederson, Salah, De Bruyne: Arábia Saudita prepara nova onda de contratações

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) – O futebol da Arábia Saudita sacudiu o mercado da bola na janela de transferências do começo de 2023, levando estrelas de gigantes europeus. Agora, com a chegada de mais um período de transferências em início de temporada, um novo movimento se avizinha com alvos renomados.

Cristiano Ronaldo abriu as portas da Arábia Saudita, e jogadores importantes chegaram no ano passado. Neymar, Benzema, Kanté, Firmino, Mané, Brozovic, Fabinho, Mahrez, todos partiram para equipes de lá.

Foi quase 1 bilhão de euros (R$ 5,6 bilhões na cotação atual) gasto por equipes sauditas na janela de transferências do meio do ano passado, o que colocou o país como o segundo principal mercado consumidor de atletas do futebol mundial.

No meio da temporada -janela de janeiro- os gastos foram bem mais modestos, com Renan Lodi (Al-Hilal) e Rakitic (Al-Shabbab) sendo os principais acréscimos.

Agora, uma nova onda de contratações se avizinha turbinada pela ampliação no limite de estrangeiros autorizados a estarem em campo em jogos da Liga: de oito para 10. Dois destes, porém, precisam ser nascidos até 2003.

A nova janela de transferências abre no início de julho.

Quem está na mira

Ederson – Com contrato até junho de 2026 no Manchester City, Ederson pode deixar o clube caso surja uma boa proposta. Dois clubes sauditas têm interesse na chegada do goleiro brasileiro de 30 anos: o Al-Ittihad e o Al-Nassr.

Casemiro – O volante de 32 anos ficou de fora das últimas convocações da seleção brasileira por não viver boa fase no Manchester United. O vínculo de Casemiro com o clube inglês vai até 2026, mas Al-Hilal e Al-Nassr estão dispostos a firmar sua contratação.

Richarlison – Desde o fim do ano passado, clubes sauditas monitoram a situação do atacante de 27 anos do Tottenham de olho na contratação dele. Com vínculo até 2027, mas vindo de uma temporada sem brilho, o clube londrino debate sua venda na próxima janela de transferências. O principal candidato a levar o Pombo é o Al-Hilal, comandado por Jorge Jesus.

De Bruyne – O vínculo perto do fim facilitaria uma negociação para balançar o mercado da bola. Com contrato válido só até o meio do ano que vem no Manchester City, Kevin De Bruyne, 32 anos, surge como alvo predileto na Arábia Saudita. Nem mesmo o valor imposto pelos Citizens, de 90 milhões de libras (R$ 596,8 milhões na cotação atual), deve frear a investida. Clubes da MLS e rivais ingleses também já se movimentam para levar o belga.

Salah – Depois de recusar uma oferta de 100 milhões de euros (R$ 562,5 milhões na cotação atual), o Liverpool finalmente pode ceder a uma nova investida saudita por Mohamed Salah. O Al-Ittihad pode atingir 235 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão na cotação atual) pelo astro egípcio.

Alisson – Outro alvo no Liverpool é o goleiro Alisson, de 31 anos. O jogador tem contrato com o clube até 2027 e não demonstrou interesse, até então, em deixar a equipe. Al-Ittihad e Al-Nassr pintam como postulantes a contratar o brasileiro.

Sancho – Antes de ser emprestado ao Borussia Dortmund, Jadon Sancho já esteve nos planos de clubes sauditas. A investida promete ser ainda mais forte agora para persuadir o atacante de 24 anos, cujo contrato com o Manchester United vai até junho de 2026. O candidato a contar com ele é o Al-Ettifaq.

Rafael Leão – Jorge Jesus está disposto a aumentar o poder de ataque do Al-Hilal com seu compatriota que atualmente defende o Milan. Segundo a imprensa portuguesa, Rafael Leão, de 24 anos, custaria 100 milhões de euros (R$ 562,5 milhões na cotação atual) e poderá se tornar parceiro de Neymar.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.