Economistas sobem previsão da inflação pela nona semana consecutiva

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Os economistas consultados pelo Banco Central subiram pela nona semana seguida a expectativa para a inflação deste ano.

No boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (8), os analistas esperam que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) será de 4,02% em 2024, um aumento de 0,02 ponto percentual em relação à última semana.

Em 6 de maio, o mercado previa que a inflação seria de 3,72%. Depois disso, foram nove semanas consecutivas de alta. O boletim Focus também aponta elevação da expectativa do índice para 2025, que foi de 3,87% para 3,88%. Nos dois anos seguintes, a estimativa segue em 3,6% (2026) e 3,5% (2027).

O centro da meta oficial para a inflação é de 3,00%, sempre com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Para o PIB (Produto Interno Bruto), a estimativa de crescimento neste ano subiu para 2,10%, aumento de 0,01 ponto percentual. Na direção contrária, a conta para 2025 caiu a 1,97%, de 1,98%.

A pesquisa semanal com uma centena de economistas mostrou ainda que a taxa básica de juros Selic deve terminar 2024 no nível atual de 10,5%, caindo a 9,5% ao final de 2025.

Já o dólar permanece em R$ 5,20 no final de 2024, mas subiu para o mesmo patamar em 2025 e 2026. Na semana passada, a expectativa era que a divisa fechasse em R$ 5,19 nesses dois anos.

Com informações da Reuters

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.