quinta-feira, 11 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Bolsas da Europa fecham no vermelho, com balanços e investidores à espera do Fed

As principais bolsas da Europa fecharam no vermelho nesta terça-feira, 26, com os investidores no aguardo do Federal Reserve (Fed, banco central americano), que deve anunciar amanhã o destino dos juros nos EUA e influenciar os negócios ao redor do globo. Espera-se que o BC americano eleve seus juros em mais 75 pontos-base, em nova tentativa de combater a disparada da inflação nos EUA.

Paralelamente à decisão do Fed, que mexe com o fluxo de capitais em todo o mundo, o mercado europeu acompanhou a saraivada de balanços de grandes empresas. Na Europa, destaque para a Unilever que registrou um lucro antes de impostos de 4,36 bilhões de euros no primeiro semestre de 2022 e superou expectativas do mercado. A ação da empresa terminou o dia em alta de quase 3%. Já a ação do UBS despencou 7% depois que o banco informou que teve lucro líquido de US$ 2,11 bilhões no segundo trimestre de 2022 e frustrou as expectativas dos investidores.

Nesta terça-feira, o Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou em seu relatório trimestral que existe “uma série” de riscos de baixa para o crescimento global. Entre aqueles de “particular preocupação”, ele menciona a guerra na Ucrânia e seus efeitos, o quadro de desaceleração econômica na China, a inflação persistente e o aperto monetário dos bancos centrais para conter a trajetória dos preços.

Em relação aos reflexos da guerra na Ucrânia, a União Europeia chegou a um acordo para reduzir o consumo de gás natural em 15% nos próximos 8 meses, mas analistas afirmam que será necessário fazer mais que isso para garantir a energia no bloco em meio aos cortes no fornecimento russo.

O banco Goldman Sachs divulgou hoje relatório no qual projeta que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro terá um pico de 10,3% em setembro, na comparação anual. Em dezembro deste ano, o banco acredita que o núcleo do CPI estará em 3,8%, na comparação anual, e o índice cheio exibirá alta anual de 10,0%.

No fechamento do pregão em Londres, o FTSE 100 terminou estável aos 7.306,28 aos pontos. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,86% para 13.096,93 pontos e em Paris, CAC 40 recuou 0,42%, para 6.211,45 pontos. Na Bolsa de Milão, o índice FTSE MIB caiu 1,04% aos 21.159,58 pontos. Já o índice Ibex 35, da Bolsa de Madri, recuou 0,20% para 8.069,60 pontos, enquanto em Portugal o PSI 20 caiu 0,06% para 5.998,98 pontos.

Carlos Dias, especial para Estadão/Broadcast
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas