quarta-feira, 29 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Citi: Afrouxamento fiscal é mais provável no ano, com políticos em ‘modo eleição’

Apesar dos resultados favoráveis para as contas públicas em 2021, o Citi avalia que as eleições devem levar a um déficit primário de 1,0% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, com aumento da dívida bruta a 84,7% do PIB. Para o banco, os riscos são de números piores em 2022.

“Algum tipo de afrouxamento fiscal está se tornando cada vez mais provável em 2022, à medida que os políticos começam a entrar no ‘modo eleição'”, dizem os economistas do Citi, em relatório. “Os riscos estão enviesados para números piores, já que a disposição de elevar os gastos públicos está crescendo no governo e no Congresso.”

O Citi considera que o potencial aumento de gastos para subsidiar preços de combustíveis é o principal risco para as contas públicas do Brasil este ano, mas não o único. Segundo o banco, a chance de aprovação de alguma medida neste sentido é crescente.

Cícero Cotrim
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas