Governo tenta MP para permitir empresa endividada tomar empréstimo, diz Mansueto - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Economia
Governo tenta MP para permitir empresa endividada tomar empréstimo, diz Mansueto
Publicado por Estadão Conteúdo

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse que o governo está elaborando uma medida provisória para permitir que empresas com dívidas com o governo federal possam tomar empréstimos durante a pandemia do coronavírus. Em transmissão ao vivo organizada pelos jornais O Globo e Valor Econômico, o secretário afirmou ainda que o governo está debatendo formas de levantar recursos adicionais para os municípios durante a crise.

Mansueto disse que a hora não é de colocar as pessoas na rua e que não acredita que os trabalhos em home office no período da pandemia levarão a processos na Justiça. "Não podemos obrigar trabalhador a ir para rua quando temos ministro da saúde pedindo isolamento", acrescentou.

Questionado se o investimento público poderia ajudar a recuperar a economia, Mansueto Almeida disse que isso não é possível no curto prazo. "As preocupações com investimento é para o pós-crise, agora é com a saúde das pessoas. O setor público não tem capacidade de fazer investimento em duas semanas, não é foco agora", acrescentou.

Apesar de o momento não ser favorável para os empresários, Mansueto disse que os brasileiros têm experiência em passar por crises econômicas com seus negócios. "Se empresário fosse esperar momento certo para investir , não teríamos nenhuma empresa no Brasil", completou.

O secretário disse ainda que os gastos com saúde crescerão inevitavelmente nos próximos anos, não só pela pandemia, mas pelo envelhecimento da população.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}