Ibama autoriza Petrobras a instalar 1º sistema definitivo na cessão onerosa - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Economia
Ibama autoriza Petrobras a instalar 1º sistema definitivo na cessão onerosa
Conteúdo editorial fornecido por Estadão


O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concedeu sinal verde para a Petrobras instalar o primeiro sistema definitivo de produção no campo de Búzios, na cessão onerosa do pré-sal da Bacia de Santos. O órgão concedeu três licenças ambientais de uma só vez para a instalação das plataformas P-74, P-75 e P-76, cada uma com capacidade para produzir diariamente 150 mil barris de petróleo e 7 milhões de metros cúbicos de gás natural.

A licença ambiental de instalação (LI) tem validade até 18 de outubro de 2021 para a P-74 e até 21 de dezembro de 2021 para as demais. De acordo com o Plano de Negócios da Petrobras, a previsão é de que as três sejam instaladas e entrem em operação este ano, junto com mais outras quatro que serão instaladas no Brasil em outros campos. A P-77 está prevista para 2019, enquanto a P-78 deve iniciar as atividades em 2021.

O campo de Búzios, anteriormente chamado de Franco, faz parte de um conjunto de campos que formam o acordo entre a Petrobras e a União denominado de cessão onerosa. O acordo foi fechado em 2010, na ocasião da capitalização da Petrobras, e consistiu em uma troca indireta de ações da empresa por um volume de 5 bilhões de barris de óleo equivalente (petróleo e gás), em uma área no pré-sal da Bacia de Santos.