segunda-feira, 15 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Itaú prevê que alta da gasolina com imposto será de 0,38 ponto porcentual no IPCA

A volta da Cide e o aumento do PIS/Cofins na tributação sobre combustíveis anunciados na segunda-feira, 19, pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, deverão ter um impacto de 10,2% sobre os preços da gasolina na bomba, o que provocará um aumento de 0,38 ponto porcentual no IPCA. É o que indica simulação preliminar feita pelo Itaú Unibanco e divulgada nesta quarta-feira, 21. O banco informa que a revisão oficial só será feita na sexta-feira, após a divulgação do IPCA-15.

Em relação ao diesel, o aumento de tributos deverá ser de 7,8% sobre os preços na bomba, o que acarretará um impacto de 0,01 ponto porcentual no indicador oficial de inflação.

Segundo o banco, a maior parte do efeito deverá ocorrer no IPCA de fevereiro, mês em que começa a valer a alta dos tributos, que terá impacto de R$ 0,15 por litro de diesel e de R$ 0,22 por litro sobre a gasolina. Até então, o Itaú esperava impactos de R$ 0,07 e R$ 0,14, respectivamente.

Com a mudança, o Itaú afirma que “cálculos ainda preliminares” indicam que a instituição deverá revisar a projeção do IPCA de fevereiro (de 0,71% para 1,10%) e de março (de 0,63% para 0,38%). Para o ano fechado, o banco informa que a projeção subirá de 6,9% para 7,04%, “tudo o mais constante”. “Faremos a revisão completa nas projeções para o IPCA após a divulgação do IPCA-15 de janeiro, na sexta-feira”, pondera a instituição em nota à imprensa.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas