Dois homens são indiciados por homicídio de torcedor do Cruzeiro

ARACAJU, SE (UOL/FOLHAPRESS) – Dois homens de 24 anos foram indiciados pela Polícia Civil de MG devido à morte do torcedor cruzeirense após briga entre as torcidas organizadas Galoucura e Máfia Azul, neste sábado (2), em Belo Horizonte.

Os dois homens foram enquadrados no crime de homicídio qualificado por motivo fútil, segundo a Polícia Civil. Eles foram presos em flagrante, seguem sob custódia e estão à disposição da Justiça. O caso continua sob investigação.

Na tarde deste sábado (2), um torcedor do Cruzeiro de 27 anos morreu após ser baleado no confronto entre a Galoucura e Máfia Azul, de acordo com a Polícia Militar. Outros dois cruzeirenses também foram atingidos e ficaram feridos. Na ocorrência, além de efetuar as prisões, a PM apreendeu uma arma de fogo e um carro.

CONFIRA NOTA DA POLÍCIA CIVIL DE MG

Em relação ao fato ocorrido na tarde de ontem (2/3), em Belo Horizonte, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que dois envolvidos, homens de 24 anos, foram conduzidos e ouvidos pela autoridade policial, que ratificou a prisão em flagrante pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil. Eles seguem à disposição da Justiça.

Na ocasião, a perícia oficial esteve no local do fato para realizar os levantamentos necessários à investigação. Três vítimas foram encaminhadas para atendimento médico-hospitalar, porém o homem, de 27 anos, veio a óbito. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal Dr. André Roquette (IMLAR), para ser submetido a exames necropsiais. A PCMG esclarece que a investigação prossegue para completa elucidação do caso.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.