Divulgação de vídeo é humilhação pública, diz filha de Cesar Maia

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – A secretária municipal de Turismo do Rio de Janeiro, Daniela Maia, criticou nesta quinta-feira (6) a divulgação em massa nas redes sociais do vídeo em que o pai, o ex-prefeito do Rio e atual vereador Cesar Maia (PSD), 78, aparece sentado na privada durante sessão virtual na Câmara do Rio.

Ele participava na quarta (5) de maneira remota da sessão em que a Casa votou um projeto de lei que torna o Mirante da Rocinha, na zona sul, patrimônio cultural da cidade. Os vereadores que estavam online ingressaram na tela, e Maia apareceu sentado no banheiro, sem as calças.

Cesar Maia reagiu rapidamente e ergueu a câmera para focar somente no rosto. O vereador Pablo Mello (Republicanos), que presidia a sessão, chega a pedir para que o ex-prefeito desligue a câmera. Logo em seguida, Mello ri disfarçadamente.

Segundo a Câmara do Rio, vereadores que estão online devem abrir a câmera nos momentos de discurso, votação e parecer. É uma norma que começou na pandemia e foi criada para garantir que é o próprio parlamentar que está usando o celular.

A Câmara de Vereadores autoriza que parlamentares com 65 anos ou mais participem remotamente. Em sessões extraordinárias, como a de quarta (5), todos podem votar por vídeo.

Cesar Maia não se manifestou sobre o episódio.

Nesta quinta, Mello publicou nas redes sociais um pedido de desculpas.

“É um ato, muita vezes involuntário, rir em situações de constrangimento e, infelizmente, não consegui ter o controle exigido. Mas, de forma alguma, devemos maltratar outro ser humano, principalmente, um idoso que precisa lidar com os desafios impostos pela tecnologia”, escreveu.

A filha de Cesar Maia, Daniela Maia, publicou nesta quinta uma mensagem de repúdio. No texto, ela recordou a trajetória do pai, eleito três vezes prefeito da cidade do Rio, e disse que ele, “além de um grande político, é pai e avô de 8 netos que estão abaladíssimos com o fato”.

“Expor um homem, hoje com 78 anos, à humilhação pública por não dominar a tecnologia, e que infelizmente, sem perceber, deixou a câmera aberta em um momento de privacidade, é parar de acreditar em compaixão, no amor. É não respeitar a sua história de vida”, escreveu.

A filha de Cesar Maia lamentou que o vídeo tenha viralizado nas redes sociais. “A que ponto chega a maldade humana. A que ponto chega o valor de viralizar e ganhar likes. Isso é notícia?”

O prefeito Eduardo Paes (PSD), correligionário de Cesar Maia, também manifestou solidariedade ao ex-prefeito.

Paes publicou uma foto em que aparece apertando as mãos do aliado e escreveu: “lixo e a inconsequência de alguns personagens nas redes sociais não fazem nem cosquinhas no grande legado que o Cesar Maia tem nessa cidade e nesse país”.

O presidente da Embratur Marcelo Freixo (PT) escreveu no X, ex-Twitter, que “Cesar Maia é exemplo de luta e superação”. Maia foi candidato a vice na chapa em que Freixo foi derrotado nas eleições para governador, em 2022.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.