Diretor da ESPN diz que preço não vai atrapalhar novo Disney+

ARACAJU, SE (FOLHAPRESS) – Quando a unificação do Star+ com o Disney+ foi anunciada, a maior reclamação do público foi o preço. O pacote mais completo, com todos os canais da ESPN e todos os eventos esportivos possíveis, custa R$ 62,90.

Para Carlos Maluf, head de esportes da Disney no Brasil, a versão turbinada do Disney+, lançada na última quarta (26), não vai encontrar resistências nesse sentido. Em entrevista à reportagem, Maluf diz que a quantidade robusta de torneios falará mais alto no interesse do telespectador.

“Com o lançamento do novo Disney+, estamos oferecendo em um único aplicativo conteúdos para todos os tipos de audiência, algo que a companhia carrega em seu DNA por todo o mundo. Além disso, estamos oferecendo novos planos de assinatura para que o consumidor possa escolher aquele que mais se adapte às suas preferências e orçamento. Por isso, estamos confiantes na proposta unificada que estamos oferecendo”, afirma o executivo.

Entre os eventos esportivos que a Disney tem e exibe na ESPN, estão a Libertadores e a Copa Sul-Americana, os mais importantes torneios de futebol do continente; quatro das cinco maiores ligas de futebol da Europa, inclusive a Premier League; eventos americanos como NBA e NFL; e os quatro maiores Grand Slams de tênis, sendo três exclusivos.

Mesmo com o pacote que considera “incomparável no cenário nacional”, Maluf diz que a Disney está de olho em oportunidades de mercado, e que pode crescer seu catálogo nos próximos anos para continuar competitivo.

“Estamos sempre em busca de novas oportunidades no mercado, em parcerias com as maiores ligas do esporte mundial. Temos um catálogo incomparável de direitos no cenário nacional, com o que há de melhor de diversas modalidades”, afirma.

Na prática, Maluf diz que o telespectador da ESPN só terá melhorias com a saída do Star+ para o Disney+, já que tudo passa a ficar concentrado apenas em uma plataforma, diferente do que acontecia até então.

“O assinante poderá desfrutar de centenas de eventos esportivos ao vivo por semana, além de recursos exclusivos para o streaming, como o Red Zone na NFL, o Multicam em grandes jogos e Watch Parties. Na prática, só há melhorias. Agora, o assinante terá todo o conteúdo da ESPN e o melhor do entretenimento da Disney em apenas uma plataforma”, detalha.

STREAMING NÃO MATA TV PAGA

Atualmente, a ESPN vive sua melhor fase de audiência na TV por assinatura, frequentemente liderando entre todos os canais disponíveis no serviço. O investimento da Disney no streaming, para Maluf, não vai tirar a importância da TV por assinatura como conhecemos.

“A ESPN vive um grande momento porque investe incessantemente em conteúdo de primeira qualidade, trabalho que mantém a marca como uma das mais reconhecidas internacionalmente. Temos uma meta a ser seguida, alinhada com o padrão de excelência que a Disney exige em todas as suas marcas e produtos. Esse alto padrão mantém a ESPN como referência entre os fãs de esporte, independentemente do meio de transmissão”, diz.

“No streaming, temos a possibilidade de oferecer mais produtos e com possibilidades extras, como Multicam e Watch Party. Os canais lineares são um grande complemento para a experiência que oferecemos através do streaming e são tão relevantes que agora decidimos incorporar também sua transmissão através do novo Disney+”, conclui o executivo.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.