Dia do show de Madonna terá temperatura de até 36°C no Rio de Janeiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Os fãs da cantora Madonna que forem à praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, neste sábado (4) para acompanhar o show gratuito da rainha do pop não terão vida fácil sob um calor que deverá atingir os 36°C.

Em relação à última previsão dos institutos de meteorologia, a temperatura deve ser 1°C mais baixa. No entanto, o calor não dará refresco durante todo o dia nem durante a apresentação da diva, que deve começar por volta das 21h45 no palco principal montado na areia sob temperaturas de 28°C a30°C. Devido à aglomeração perto do palco, a sensação térmica deve ser ainda maior.

Mas não é apenas nesse horário que as cerca de 1,5 milhão de pessoas esperadas pela organização terão de se preocupar com o calor. Como a previsão é que o espaço em frente ao palco comece a ser preenchido logo cedo, os fãs que quiserem garantir um melhor lugar vão ter de encarar um sol forte na cabeça.

“O pico de temperatura será entre 15h e 16h, quando já deve estar cheio de gente, e a sensação de calor deve estar mais elevada, por estar próximo do mar e ser mais úmido”, explica o meteorologista Guilherme Borges, da Climatempo, empresa contratada pela organização para fazer o estudo climático do show.

Borges destaca que os cuidados com o sol e com a temperatura têm de começar cedo, para evitar passar mal por exaustão térmica ou insolação.

“Quem for para a fila precisa levar sombrinha, tomar bastante água e usar roupas frescas, para manter o corpo sempre hidratado”, diz o meteorologista. “Precisa ter esse cuidado com calores extremos. Para quem vai ficar exposto ao sol é importante usar boné e protetor solar.”

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) chegou a emitir um alerta de perigo para altas temperaturas em todo o estado do Rio de Janeiro, devido à onda de calor atinge as regiões Sudeste e Centro-Oeste do país.

Para ajudar a superar o calor, a Cedae, companhia de água no estado do Rio de Janeiro, distribuirá copos de água em pontos estratégicos da praia. E a segurança vai autorizar os fãs a levarem sua própria água, desde que não seja em garrafas de vidro.

Para atender possíveis casos de pessoas passando mal, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro montará um esquema de atendimento pré-hospitalar, nos moldes do Réveillon de Copacabana. Serão três postos médicos para atendimentos de emergência, distribuídos pela avenida Atlântica. As unidades serão instaladas na esquina com a avenida Princesa Isabel, na praça do Lido e na altura da rua República do Peru.

Os postos médicos funcionarão das 17h30 do sábado às 4h do domingo (5) e terão um total de 36 leitos, incluindo seis de suporte avançado de vida, para atendimento dos casos mais graves; além de 45 poltronas de hidratação. Ao todo, serão 140 profissionais e mais 80 maqueiros para buscar pessoas que precisem de atendimento no meio do público e levá-las até os postos. Trinta ambulâncias UTI, tripuladas com médicos e enfermeiros, estarão de prontidão para remover para UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e hospitais da rede os pacientes que precisarem de recursos mais complexos na assistência.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.